PLL 5x12 "Taking This One To The Grave" LUTO/Decepção: Mona Vanderwaal!

Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou fazer uma review, completamente frustrado e chateado, sobre o #FAtalFinale, da mid-season finale de Pretty Little Liars, o episódio 5x12 intitulado "Taking This One To The Grave".


Vamos começar... Nem vou perder muito do meu tempo detalhando e mencionando alguns episódios anteriores, como o plot todo do Cyrus Petrillo, o iniamigo da Alison.

Mona esteve desde o início da temporada implícita para com as mentirosas, de que a real inimiga delas era a líder delas, Alison DiLaurentis.



Fico impressionado de ver que APENAS AGORA, com o comentário da Mona, tanto as liars quanto grande parte dos telespectadores levaram em consideração o pensamento de quê Alson DiLaurentis era uma sociopata. Quer dizer, isso era perceptível desde seus primeiros flashbacks na season 1.



Uma coisa que eu gostava na dinâmica de Pretty Little Liars era justamente a questão social não diretamente mencionada. Desde o início da história temos pessoas impressionadas, pessoas querendo ser aceitas, pessoas querendo ser amigas, e não sendo aceitas, que é algo bem real e existente, socialmente falando.



Mona foi sofreu tanto bullying que até desenvolveu quadros de depressão, dupla personalidade, à crises de pânico. Não consigo ACEITAR como existe gente que é a favor de Alison e contra Mona. Quer dizer, ao menos agora, creio que a maior parte das pessoas vai poder analisar de um outro ângulo agora, que eu venho defendendo desde anos atrás, que a real vítima dessa série, era a Mona Vanderwaal... E assim Jenna Marshall, Toby Cavanaugh e Melissa Hastings.



Eu quero dizer, temos exemplos de Georgina Sparks em Gossip Girl, ou então Katherine Pierce em The Vampire Diaries ou o aclamado Klaus Mikaelson de The Originals. Todos eles (se tirarmos dos dois últimos as atmosferas vampirescas) podem ser considerados claros sociopatas? Não tanto, com exceção de Georgina que não nos ficou claro, mas pela única breve cena em que nos foram mostrados seus pais no episódio 1x18 da série, poderia ter o mesmo problema que Klaus e Katherine... Que no caso, esses dois não sejam sociopatas "naturais", eles são vítimas de TRAUMA. Sim, trauma. As ações de cada um deles pode ser simplesmente explicada e atribuída a questão de seus traumas sentimentais/familiares, pois como todos pudemos ver, eles na grande realidade têm sentimentos expressivos como Klaus chorando a morte de seu irmão Kol ou a traição de sua irmã Rebekah; ou Katherine chorando a morte de seus pais e anos depois a morte de sua filha Nadia.



Agora por que razão mencionei isto? Pois o caso cabe em Pretty Little Liars perfeitamente. Eu vivia a dizer que a Mona na verdade era a grande vítima da história, e realmente é. Creio que agora vai ser possível de que todos percebam. Mona era uma garota normal, ao que socialmente se considere normal e saudável... Foi a infância toda bullynada, humilhada e ignorada por Alison. Gente, a menina torturava Mona até dentro da igreja!

No mesmo caso que coloquei ali em cima de Klaus e Katherine, o que ela sofreu lhe certamente causou traumas (Mona), o que pode ser explicado por suas ações como -A nas três primeiras temporadas. Reparem que na realidade, Mona agia para se vingar de Alison, certo de que era com as amigas dela. E inclusive, desde meados da terceira temporada, Mona á dava claros sinais, após ter sido mentalmente estabilizada, de que se arrependia de cada ato vil que cometera referente às garotas, ajudando-as em incontáveis momentos, como entregar a gravação à Hanna que poderia incriminar sua mãe, entre outros.



Aliás, sempre defendi que Mona é quem sempre foi realmente amiga da Hanna, ignorem os atos maus relacionados aos problemas de saúde. Coisa que Alison nunca foi, aliás, de nenhuma delas. Notem como Alison vivia instigando Spencer contra a irmã, Melissa. E mais uma vez o que eu sempre dizia, se confirmou veraz; Melissa amava sua irmã.

Já Alison, creio que se enquadre perfeitamente num quadro de psicopatia. Isto pois ela claramente sempre se sentia bem ao ferir e humilhar as outras pessoas. E creio que o show, Pretty Little Liars, indiretamente realmente levanta uma questão social que vivemos em sociedade. Quantos psicopatas/sociopatas não temos espalhados por aí? Quantas pessoas não foram traumatizadas por bullying constante, e algumas delas até chegaram ao suicídio?



Mona a meu ver era o claro exemplo de pessoa 'forte', pois apesar de tudo, se manteve forte. Por isso mesmo creio que tenha servido de exemplo para Lucas e as outras vítimas de Alison.



Enfim, tirando a questão social, não posso expressar como estou inconformado com o desfecho do episódio de ontem da série; Taking This One To The Grave.



Talvez tenha coisa aí que realmente Mona sabia de Alison e que Alison sabia de Mona... Relacionei o título do episódio e o fato da morte de Mona diretamente com um outro episódio que não me recordo o nome, em que Alison aparecia para Emily e a 'salvava' e dizia "Two can only keep a secret if one of them is dead!", e tanto essa frase quanto o título do episódio de ontem fazem referência à música tema da série. Enfim, o que quero dizer, é que fica implícito que as duas, Alison e Mona, muito bem podiam ter algum tipo de acordo entre ambas de não revelar coisas que uma sabia da outra; como este motivo pelo qual Mona foi morta.

Mona além de ser minha personagem favorita há anos, certamente era uma das melhores, se não a melhor, personagem desta série. Fiquei desapontado que apenas agora, nesses três últimos episódios, que deixaram explícito que Mona não era uma psicopata, e que tinha sentimentos, e que se arrependia de seus atos... Sem mencionar o confronto com a Alison no episódo 100. E por fim, nos dão esse desfecho tão terrível à personagem. Tudo bem que quiseram uma morte "chocante", que surpreendesse o público.



Mona é tão inteligente que já notava que Alison estava tramando algo grande, inclusive arrumando outras garotas para manipular; só não imaginava que era a morte dela. :/

E cá entre nós, não foi NADA surpreendente, mas sim extremamente triste e frustrante. Se eles quisessem um final surpreendente, impactante e imprevisível, que matassem a Emily ou a Aria.


Eu mesmo já havia ficado preocupado desde o episódio anterior quando Mona chorando no banheiro dizia para Aria "Maybe I should just have died when I fell off that stupid cliff.", fazendo referência direta a quando nos livros, a Mona havia morrido. Aquilo foi terrível para mim. Ainda mais quando Mona mencionava que sabia que era a primeira na lista de inimigos da Alison, e que depois que esta viesse acabar com ela, que iria ir contra as outras.



A questão aqui fica... Por que razão matar uma das personagens mais complexas da trama toda? O genial era exatamente termos os dois extremos vivos e se opondo frequentemente, sendo Mona de um lado, as liars no meio, e Alison do outro. Alguns fãs acharam estúpido o que a Mona estava fazendo, ao montar um grupo com todas as vítimas de Alison, eu ao contrário, já achei extremamente plausível, pois era mais do quê óbvio que Alison iria querer fazer a falsa paz, assim como tentou fazer com Paige por intermédio de Emily, apenas para fazer tudo voltar a ser como antes... Ter Hanna, Aria, Emily e Spencer na palma de suas mãos, e continuar como sempre infernizando Mona, Lucas e os outros. Como Mona já imaginava isso, juntou forças com este pessoal, inclusive com Melissa Hastings.



Alison resolveu revidar, pois como o plano de ataque de Mona era fazer com que as liars vissem que sua real inimiga era Alison, o que nos recentes episódios elas realmente já estavam se dando conta, e se virando contra Ali... Ali por sua vez, resolveu revidar, retirando de Mona cada um de seus aliados bancando a "amiga", e fazendo a Mona parecer a vilã, deixando Mona sozinha e 'desprotegida'.



Com isso, vocês podem ter certeza de que Lucas e até Melissa, se ela voltar a Rosewood, são os próximos da lista.

O desfecho é completamente previsível, da série num todo. Estamos acostumados desde o Pilot, o 1x01, até ao season 4 finale A Is For Answers, o 4x24, a termos implicativas de suspeita em personagens que no final, não era o que pensávamos... Como as suspeitas pressupostas de que Ian tinha matado a Alison, de que o Garrett tinha matado a Alison, de que até o Byron ou a Spencer tinham matado a Alison...



Enfim, entretanto, o que EU já notei, e tentar deixar bem explícito nas reviews que fiz, é que desde o 5x01 "Escape From New York", a série mudou completamente. Marlene King provavelmente já está de cansada de escrever para pré-adolescentes, ofuscando a totalidade de suas habilidades criativas e até psicóticas. Eis logo nos primeiros episódios desta temporada que temos esta ideia em clareza... Ficamos temporadas e temporadas de enrolação para se ter uma resposta 'não concreta', como a de quem empurrou o Ian na torre da igreja quando ele tentava matar a Spencer, no season finale da primeira temporada... E que no final das contas, Alison disse às garotas que foi ela, três temporadas depois. Já na season 5, não estamos tendo tanta enrolação assim, como o fato do corpo de Jessica DiLaurentis ter sido encontrado logo no 5x02, ou com relatos precisos de quem era Bethany Young, logo no 5x06.

A previsibilidade não existe mais em Pretty Little Liars, a previsibilidade de super enrolação e a de nada é o que parece ser. Provas claras destes meus argumentos dou referente às suspeitas diretas de que Melissa tinha algo haver com a morte de Bethany, e que Mona provavelmente é quem morreria no episódio de ontem. E foi dito e feito, a série não é mais a mesma, não foram casos de enrolação que no final seriam outra coisa. Muito pelo contrário, foi exatamente aquilo que estávamos esperando.

E quando digo que o desfecho ficou claro e óbvio... Desta vez, é que muito provavelmente, teremos esta outra mid-season inteira de suspeitas de que Alison é -A, e que muito provavelmente no final da temporada, teremos algo bem impressionante para tirar todo o foco e suspeita de que ela é -A. E que no real final da coisa toda, vai vir como uma bomba de que na verdade, Alison é realmente -A, mas não a vilã total do negócio, que eu daria créditos a isto à Cece Drake, a grande manipuladora da série toda.

No caso, se fosse apenas mais uma morte para prolongar a trama de mistério do negócio, que matassem personagens que não adicionam porcaria nenhuma à história... Como o grupo de namorados... Sim, Ezra, Caleb e principalmente Toby. Toby tem sido um belo pain in the ass nas últimas mid-seasons; não adiciona nada à história, e só ocupa minutos nos episódios vindo e indo de lugares, e em cenas de romance com a Spencer, que não adicionam nada à história. Ou Caleb, que por mais que eu sempre tenha gostado dele, e que Haleb tenha sido meu casal favorito até a temporada passada, desde que ele voltou de Ravenswood, ele não tem adicionado absolutamente NADA à história. Tem sido mais um coadjuvante irrelevante, que só serviu pra desfocar Hanna dos bons caminhos da vida. O personagem muito bem poderia ter tido maiores informações sobre Alison a partir da Sra. Grunwald, a partir dos tempos em que ficou na outra série, mas não... Volta sem nada, e sem acrescentar nada. Ainda também, o estúpido do Ezra Fitz... O cara escrevia um livro sobre toda a história que estava acontecendo com essas garotas, e nunca fez nada diretamente para ajudá-las (só mesmo pré-adolescentes para ainda confiarem nele), e no final essa porcaria de livro não serviu pra adicionar nada à história... Nenhum dado de extrema importância, a não ser a referência a Jessica DiLaurentis. Esses três poderiam ser eliminados da história, e falta nenhuma ao plot central iriam fazer. Até a Paige, que muita gente de fandom Spoby, Haleb, Ezria e Emison detestam, acrescentou á esta temporada MUITO mais que os três personagens anteriormente mencionados JUNTOS. Não vou nem falar do quanto a Mona em si acrescentou, pois é frustrante. Aliás, Mona carregou indiretamente a série nas costas até o retorno de Alison. Eu, como muitas pessoas por aí, apenas continuaram assistindo a esses anos de enrolação, apenas por conta da Mona Vanderwaal, que é uma personagem marcante, impactante, interessante, muito bem estruturada, e de certa forma bem realista,

É impressionante como estes produtores executivos fazem tudo para detonar personagens realmente bons em nome de fandoms... Como feito com Jenny Humphrey em nome do famdom Chair em Gossip Girl, ou com Katherine Pierce e e uma certa descaracterização e desfoco de Stefan Salvatore em nome do fandom Delena em The Vampire Diaries. Ou um mais antigo, com a retirada de Oliver Trask em nome do famdom de Marissa e Ryan e a retirada de Anna Stern em nome do famdom Seth e Summer em The O.C. Aliás, deixo aqui meus sinceros respeitos à está última série mencionada, pois a morte de Marissa Cooper, no caso, esta sim, foi uma real morte IMPACTANTE E IMPREVISÍVEL.


Agora voltando à falar de Pretty Little Liars, ver o que estava prestes a acontecer com a Mona, e o que realmente aconteceu, foi completamente terrível. Foi a segunda e única vez que uma série me fez chorar. A primeira foi quando Anna saiu de The O.C., em um sentimento de profunda tristeza e pena; já desta vez, em relação à Mona, foi em total sentimento de revolta e injustiça. Tipo... Caramba Marlene King... Matar a Mona? Se era pra matar um inimigo da Alison, por que não matou logo a Jenna que já foi quase morta umas mil vezes? A personagem (Mona) que poderia adicionar muita mais dinâmica na série, e que poderia ser muito aproveitada como main character. Que convenhamos, foi colocada como regular na season 3, e é main character desde a season 4, mas apareceu tanto quanto Jenna e outros recorrentes.

A única plausabilidade que fica, é de que Alison verdadeiramente não tem amigos. Já foi traída por Shana, vai ser traída por Noel, e muito provavelmente vai ser traída, só no final, por Cece. Aliás, eu oficialmente parei de assistir Pretty Little Liars. Eu possivelmente sim, veja alguma cena no Youtube, ou algum flashback da Mona, ou mesmo assista ao especial de Halloween e o especial de Natal, que provavelmente teremos as liars encontrando o corpo da Mona, o que explica o título "How the A Stole Christmas", e que certamente nos levará ao velório de Mona no 5x14. Que entretanto, não são mais o suficiente para me manterem assistindo a série fielmente, já que o motivo pelo qual eu vinha continuando a assistir foi 'morto'... E de forma violenta.

TEORIZANDO



Mal tenho nem 'forças' pra teorizar muito aqui sobre o quê aconteceu, já que as provas que a Mona havia conseguido para incriminar Ali de ser -A, certamente que foram roubadas no momento em que ela foi morta, mas posso sim dar uns palpites sobre o plot.




Quem eu acho que matou a Mona? Quem eu acho que entrou na casa?
Simples... Cece Drake e Alison DiLaurentis. Quem SUBIU às escadas após abrir a porta da casa, nitídamente tinha cabelos levemente anelados e em tons mais platinados, e fios bem longos, o que me remete diretamente à Alison.



Entretanto, ficou evidenciado para nós, de que a pessoa que entrou no quarto para matar Mona, foi outra, com cabelos um pouco mais curtos. Referencio diretamente à Cece Drake.




No caso, se recordarem do 4x02, -A tentou matar Mona uma vez, no carro dela, que entretanto, Mona conseguiu enfrentar o inimigo e fugir da morte.



Por isso, acho super plausível, que para evitar que ela conseguisse fugir novamente, foram duas pessoas, para evitar que ela conseguisse se salvar mais uma vez, indo desta vez a própria Alison, com a ajuda de sua amiguinha Cece Drake.



Mona provavelmente tenha tentado se defender, e por isso temos coisas quebradas na sala de estar da casa, e rastros de sangue na parede; isto senão, Mona teria sido morta no quarto mesmo.

Há de se referenciar também de que a misteriosa Sara Harvey também tenha algo a ver com a situação, no lugar de Cece, ou Wren Kingston, que acredito piamente ser o Beach Hottie. Aliás, acredito que Bethany Young, por ser alguns anos mais velha, era na verdade, gêmea da Cece Drake ou da Sara Harvey. E ainda não me sai da cabeça, a loira embaçada que apareceu num vidro junto com a Mona olhando Hanna no salão de beleza. Ou seria aquela na verdade, uma referencia de quem tem uma gêmea na série, é na verdade Mona Vanderwaal?



[NESTA CENA DA IMAGEM, EU JÁ ESTAVA EM PÂNICO!]

Há quem observe também, que Mona poderia ter forjado sua morte, com um simples detalhe em dois episódios passados, em que ela desmaiou...



Tendo um curativo discreto em seu braço, o que poderia referenciar que ela estaria tirando sangue de si mesma para simular todo o ocorrido, e o que contempla esta ideia seria ter o sangue na casa e sinais de violência, mas sem se ter o corpo, criando uma cena para incriminar Alison. Todavia, o corpo é mostrado na cena final... Há quem sinalize novamente a questão das gêmeas, ao dizer o que os olhos do cadáver de Mona estavam com a íris mais para verde do que para seu tom real, avelã; isto pois quando uma pessoa morre, ela perde o brilho e vivacidade dos olhos. Entretanto, não julgo esta questão plausível, embora tenha voltado a cena umas quatro vezes para ver diretamente.



Porém a referência que mais poderia apontar para uma morte forjada seria de quê no estábulo de natal montado por Emily, -A pegou o boneco de Jesus e colocou o de Mona em seu lugar.


Certo, Quando Jesus morreu, também é dito que ele reviveu dias depois... Seria essa uma referência solicitada a ser deixada pela própria Mona? Vale se pensar a respeito, mas esta ideologia não é o suficiente para me manter assistindo, enquanto penso que ela está na verdade realmente morta. E no caso, se fosse uma morte forjada mesmo, quando ela voltasse, eu voltaria a ver a série de imediato.



O que me deixa com uma pontinha de justiça, é Hanna ter mencionado a Leona Vanderwaal, a mãe de Mona, que Mona estava com medo de Alison, e que todas elas também estavam. E já no dia seguinte, Leona é vista por Mona saindo da diretora, e Alison chamada em seguida... O que muito provavelmente levou Leona a pedir proteção para sua filha em relação à Alison, o que certamente enfureceu Alison naquele momento, e que a levou a cometer o crime. O potencial dramático do episódio foi muito bem elaborado, doloroso e de se congratular; todavia, a morte da escolhida personagem em si, que já devia estar sendo planejada desde meados 4x12, é inaceitável.



#RIPMona

E realmente, os policiais dessa série, com exceção da maravilhosa e icônica (sim, eu adoro ela), detetive Tanner, são todos uns estúpidos, por não se darem conta de que algo realmente conspiratório, manipulativo e esquematizado está acontecendo ao derredor das meninas. Mas não dá pra se esperar muito dos policiais de Rosewood, já que as pessoas dali decidem há algumas poucas semanas que querem ser policiais e em poucas semanas estão com seu sonho realizado.



E sobre Spencer ter sido presa, pelo depoimento de Alison após o detector de mentiras, é mais do que previsível de que papai e mamãe vão tirá-la da cadeia logo logo.

Mais reviews de PLL clicando aqui e aqui.

Abraços.
F.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...