Review: PLL 5x21 & 5x22 "Bloody Hell" & "To Plea or Not To Plea"!

Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou fazer uma review dos episódios 5x21 e 5x22 de PLL, intitulados "Bloody Hell" e "To Plea or Not To Plea".

O 5x21 eu achei um episódio ok, foi melhor que muitos que assistimos nesta temporada, o 5x22 eu achei melhorzinho. Foi uma certa dose de adrenalina o episódio todo, e são estes os bons episódios de PLL, os deste tipo. Um dos episódios não teve o Ezra, isso é muita felicidade! Ambos não tiveram o Toba.

Neste arco de episódios tivemos aparições de:

Spencer Hastings
Hanna Marin
Aria Montgomery
Emily Fields
Alison DiLaurentis
Veronica Hastings
Ashley Marin
Talia Sandoval
Andrew Campbell
Colin
Cyrus Petrillo
Melissa Hastings
Ezra Fitz
Caleb Rivers
Rebecca
James Neilan
E menções diretas a:

Mona Vanderwall (menções)
Mike Montgomey (menções)
Wren Kingston (menções)
"Varjak" (menções)

Vamos começar!

SPENCER Hastings:



A participação de Spencer nestes dois episódios foi praticamente irrelevante ao plot central. Entretanto, boas cenas foram desenvolvidas. Depois do B.O entre o possível triângulo entre ela, badass Toba e o trashy-boy Jhonny, mamãe a fez fazer as malas e partir pra London, para tentar intermediada por Melissa e Wren a entrar em alguma faculdade da Inglaterra. Ser um Hastings, é pra poucos mesmo!


Logo, Spencer estava fazendo as malas para visitar a maninha fora do país. Lá ela conheceu Colin, o miguxo de Melissa e Wren. Tudo bem que é nítido que todos dividem um apartamento (e fazem um menage), mas, fui apenas eu que senti vergonha alheia quando Spencer chega e é recebida por um completo estranho ao invés de ser recebida pelo cunha Wren ou pela sis Melissa?


Aí ela está lá, tendo sua entrevista com o reitor da Harvard, e a la Serena Van der Woodsen de Gossip Girl na Yale, acaba por ter momentos de diversão com o mesmo. Porém a diversão acaba quando o reitor observa sangue vazando de sua bolsa, em cima de sua cadeira caríssima de mogno.



E nela, estava uma ampulheta de sangue quebrada e vazando. Spencer obviamente ficou sem saber como dar explicações ao reitor e saiu de lá desesperada e pedindo desculpas.


Spencer surtava apenas um pouco, ligando para suas migues para dizer o que aconteceu e de presente de dia das mulheres, recebendo uma mensagem de -A dizendo que há mais de onde veio aquele flaconete de sangue. #Tendência

Minhas suspeitas para isso foram: Uma das garotas, pois estavam com ela quando esta estava arrumando a mala; no caso, cogitaria obviamente -Aria. Nesta linha de pensamento, poderia ter sido também a mamãe Hastings, para manter a filha por lá mesmo. Entretanto, poderia ter sido também um dos três dos quais ela estava no apartamento, Melissa, Wren ou Colin, em uma tentativa de mantê-la por lá.

Spencer desesperada, intentava arrumar suas malas para voar de volta para a terra dos stalkers e viver feliz para sempre sendo perseguida por -A, com seu namorado mala e suas amigas burras (Sério Spencer?); após um quase surto, Colin lhe acalmava a xana e ela ficava por lá mesmo. Por enquanto.



No dia seguinte, Melissa aparecia para a maninha. Fiquei muito feliz em rever a sis Melissa. E pela primeira vez em muitos milênios, elas estavam se dando muito bem.


Spencer ia ver algo de Hamlet que não me lembro o que era. Ao fim da noite iam a um barzinho ter um encontrinho. Esse Colin é bem cachorro. ahahah'
Logo, pegou a moça, já bêbada ao fim da noite.


Eu gostei!


Spencer descobria que Hanna foi presa e pedia para Melissa remarcar sua envtrevista com o outro reitor, e então descobria que não havia uma, e que foi tudo uma armação entre Veronica, Melissa w Wren para mantê-la por lá, protegida. Mas Spencer, como é, se revoltou e voltou para Rosewood.

ARIA Montgomery:



Aria antes de ver Spencer fazer as malas, foi bater um papinho com Veronica. Lá, Aria pagava um dólar para conversar com ela como advogada. .-.
E então perguntava sobre alguém que sabia coisas sobre crimes e não contar para a polícia (era subentendido que ela estava falando de Mike, certo? Mas e se ela estivesse falando sobre ela mesma?).



Mais tarde naquele dia, -Aria recebia um convite de Andrew para que eles fossem pegar um cineminha. A conversa fica estranha quando Andrew falava que ela iria gostar do filme, e que era sobre uma figura "sombria" que sabia dos segredos de todo mundo e fazia ameaças com eles (sério gente, não vão me suspeitar do Andrew... No máximo ele pode saber de -A).

-Aria vai tentar mexer em mais coisas de seu irmão para descobrir mais informações. Porém, uma armadilha havia sido preparada por -A, e nós imos isto no episódio anterior.




Logo, -Aria caía ao chão e torcia seu pé. Ela se machucou, e Andrew foi ajudá-la. Ela ficou em choque quando ouviu dele que o aparelho de musculação não estava quebrado e sim com os parafusos soltos. Ou seja, caso Mike houvesse utilizado aquilo primeiro, poderia ter morrido com o peso dos objetos caindo em cima dele.

-Aria então chorava (das duas uma, chorou por ver que -A armou para seu irmão por ele falar demais / chorou por ter sido ela própria por ser -A, afinal o choro dela quando Mike chorou pela Mona foi IDÊNTICO a este).


E tivemos Andria kiss! Yuhuul! Só eu gostei disso? Acabe Ezria, por favor.



-Aria diabólica também preferindo que Alison aceitasse o acordo e alegasse que Hanna era sua cúmplice, ao invés de delatar o testemunho do Mike.



-Aria também conversava com Ezra sobre querer estar "sozinha" quando fosse para a faculdade (sozinha sem namorado, ou sozinha com todas as amigas presas, hein -Aria?).

EMILY Fields:



Única importância que ela teve foi no 5x22. Lá ela estava interessada em saber sobre "Varjack" e contava com o auxílio de Ezra para tal. Ele disse que James Neilan estava ajudando Mona em relação a descobrir quem era -A quando Mona estava trabalhando com ele, Ezra.


Emily então ia sozinha até a mansão onde James Neilan ia e quase acabava baleada por conta disso (só eu achei que James estava falando com a própria Mona ou -A ao celular?).


Emily achava um papel com o nome do cliente "Varjack" de uma pizzaria no lixo da mansão.


-Aria e Emily iam tentar ajudar Hanna por revelar suas mensagens de -A para Tanner, mas -A pagava todas e mandava uma "Vamos começar com uma ficha limpa.". Elas são muito trouxas! Era só mostrar essa e depois mostrarem as evidências físicas de presentes que receberam de -A.

HANNA Marin:





Hanna discutia sobre as possibilidades de terem ou não de ir visitar Cyrus no hospital (só eu sempre acho suspeito -Aria SEMPRE saber ou descobrir "do nada" coisas que ninguém sabe?); por fim, decidem que vão sim vê-lo.




Elas foram ver o Cyrus, descobriram que ele foi atacado por "-A". Perguntando para elas quem fez isso com ele, ele escreve "Varjack" em um papel.



Mamãe Marin diz que aceitou o pedido de Ted e que ele voltou a falar com ela. Hanna não fica muito contente, ficando neutra. Afinal, ela tem muito em sua cabela naquele momento.



No dia seguinte, Ashley estava conversando com Verônica, Hanna ouvia tudo, inclusive sobre o acordo de alegação em que ela seria a cúmplice de Alison no assassinato de Mona.



Claro que ela ia contar para as miguxas.



Ela também contava ao Caleb sobre o que poderia vir a acontecer em breve, pois estava desesperada e precisava de algum plano. Embora não houvesse plano a ser feito. Caleb vinha com uma ideia ao fim do dia, sobre contar para Tanner tudo sobre -A (algo que eu já teria feito desde que -A reapareceu durante a season 4).


Ashley quis saber tudo sobre a conexão Alison x Mona x Hanna, e Hanna estava praticamente contando tudo sobre -A, o que seria muito bom, mas acabou não dizendo tudo de forma definitiva.


Caleb após convencer Hanna a contar tudo para Tanner, a levava à delegacia. Lá, ela pretendia mostrar as mensagens de -A para Tanner, e o qu é que acontece? Hanna é hackeada por -A e tem todas as suas mensagens apagadas. Este foi o único momento em que -A realmente me irritou! ahahah'




Mas qual é, buscasse as evidências que tem em casa.


Hanna então, foi presa.

ALISON DiLaurentis:





Alison recebia uma visita das ex-miguxas, pela primeira vez, pois após a revelação de Mike sobre Mona e -A, era mais do que óbvio que Alison não era -A. As garotas pareciam arrependidas de achar que Alison era -A e colocá-la na cadeia.



A mesma queria poder contar com as garotas, mas -Aria por exemplo, não queria que Alison contasse sobre a confissão de Mike para seus advogados.



Pouco depois, Ali recebia uma visitinha da tia Veronica, e a própria lhe afirmou, que mesmo contando a verdade, caso o que ela quisesse dizer fosse mesmo a verdade, nenhum juri acreditaria nela, devido ao fato das grandes mentiras que a mesma contou, ficando com fama de grande mentirosa, como ter mentido sobre Cyrus Petrillo tê-la sequestrado.



Alison antes de receber a visitinha havia escrito o nome de Mona na mesa da área das máquinas de lavar da prisão. Quando ela, retorna, encontra a mensagem "told everything". Simplificando "Mona disse/contou tudo." (Suspeitosíssimo! Aumenta muito as minhas suspeitas sobre Mona estar viva e sequestrada por -A).



Ali mais tarde recebe um presentinho. É um mini barril, com uma bonequinha dela e uma ameaça de -A, pois -A queria que ela aceitasse a futura alegação de informar seu cúmplice na morte de Mona.



Alison recebeu uma visita surpresa de Hanna, e lá, Alison pedia desculpas pelas coisas que já fez com ela. Eu achei essa cena muito bonita, e deu até uma pontinha de carinho para com a Alison. Mas só uma pontinha.




No episódio seguinte, Alison estava conversando com sua advogada, Rebecca. Super gostei dela. E ela lhe informava que havia uma petição para que ela revelasse seu cúmplice no assassinato de Mona, e que caso o fizesse, ela ficaria "apenas" 15 anos na cadeia, com sorte "apenas" 10 por bom comportamento. Claro. Alison se revoltava, é claro, e perguntava quem seria seu cúmplice. Rebecca dizia: Hanna Marin. Eu previ praticamente todas as linhas dessa cena. XD
 

-A cada vez mais forçava e ameaça Alison a aceitar a delação e entregar Hanna pela morte da Mona. Inclusive fazendo gente machucá-la na prisão. E ela não aceitou, brincando com -A. Ou seja, provavelmente Hanna seja logo logo libertada por falta de evidências concretas, caso Alison continue não afirmando que ela é sua cúmplice.


OBS:
Só eu tive arrepios com esta cena diabólica? XD

 





 ???

Isso foi terrível! ahahaah'

Bem, hoje tem episódio de PLL. Estou doente, mas se eu estiver "com energias", assistirei ao vivo, como de costume.

E vocês, o que acharam destes dois últimos episódios?

Estou apenas aguardando a chegada do 5x25 para decidir se continuo assistindo ou não. :}

Abraços.
F.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...