Resenha: Linha Ojon (Salon Opus)

29/04/2013
Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou resenhar pra vocês a linha Ojon, da Salon Opus.

Trata-se da nova linha da Salon Opus, a base do óleo de ojon (saiba mais sobre o óleo do momento clicando aqui) e o néctar da blue agave, que é um ativo altamente hidratante extraído de uma planta mexicana.
A linha promete recuperação intensiva, diminuição do frizz, disciplinar os fios e devolver maciez e brilho. Ela é indicada para cabelos secos e desidratados.

"A Linha SALON OPUS OJON suaviza instantaneamente seus cabelos enquanto hidrata, define, controla o volume e devolve o brilho. Formulada com uma combinação de óleos nutrientes e hidratantes como Macadâmia, Jojoba, Girassol, Oliva, óleos exóticos como Canela, Cálamo e Mirra e o lendário Óleo de Ojon, o segredo de beleza caribenho de mais de 500 anos.
Conhecido como "elixir de ouro da natureza", o Óleo de Ojon é rico em aminoácidos e antioxidantes naturais, possuindo a mesma constituição da queratina do cabelo. Aliado aos açucares de hidratação prolongada do Blue Agava, uma planta mexicana riquíssima em frutose, recupera e protege os fios das agressões diárias."

Shampoo Hidratante:

O shampoo contém 350 ml. Tem uma coloração levemente translúcida, consistência normal (entre o grosso e o liquido) e um aroma suave levemente frutal e amadeirado (assim como o restante da linha).
Na fórmula encontrei: agave americana leag extract, ealesis oleifera kernel oil (ojon) simmondsia chinesis seed oil (jojoba), helianthus annuus seed oil, cinnamomim zeylancum bark extract, acosus calamus root extract, conniphora murraha resin extract, olea europaea fruit oil, viola odorata extract, macadamia ternifolia seed oil.
Uma fórmula riquíssima em ativos, já presumi de início que iria gostar do mesmo, e não me enganei. Ele deve ser aplicado suavemente pelos cabelos molhados, deixando-o agir por 5 minutos e repetir se necessário. Costumo fazer uma lavagem rápida e uma segunda, na qual deixo o shampoo agir pelo tempo indicado.
De imediato, o shampoo não resseca nada os fios, em nenhuma das aplicações. Muito pelo contrário, ele durante o tempo de ação já dá uma hidratada bem gostosa nos fios. Ao enxaguar os mesmos, eles ficam bem macios e maleáveis. Limpos, porém suaves ao toque. Entrou para o TOP!
Aliás, os shampoos da Salon Opus me agradam bastante! Não tem silicone ou parafina.

Condicionador Hidratante:

Contém 350 ml. Sua textura é a de um creme leve (dos condicionadores que usei da marca, é o menos ralo, com exceção do Violet). O aroma é o mesmo do shampoo, mas um tanto imperceptível.
Na fórmula encontrei: ealesis oleifera kernel oil (ojon), agave americana leaf extract, simmondsia chinesis seed oil (jojoba), helianthus annuus seed oil, zeylanicum bark extract, olea europaea fruit oil, viola odorata extract, macadamia ternifolia seed oil.
De silicone ele só tem o amodimethicone, o que achei ótimo. Contém parafina liquida.
No uso, ele é delicioso! Amacia e amolece os fios instantaneamente. Deve ser aplicado, massageado e enxaguado; eu deixo agir de um a dois minutos e não tenho problema. Ao enxaguar, os fios ficam bem macios e gostosos. Parece uma máscara hidratante de ação rápida.

Máscara Hidratante:

A máscara contém 400 gramas. Ela tem uma coloração branca, levemente puxada para o creme, quase imperceptível. Tem uma textura firme, não cai do pote, mas dá uma leve deslizada se virada por muito tempo. De consistência creme gel e aroma tão suave quanto ao condicionador.
A fórmula é a mesma do condicionador, com o acréscimo da glicerina.
Deve ser aplicada nos fios limpos e massageada suavemente, podendo agir entre 5 minutos (tratamento rápido) a 20 minutos (tratamento completo) sem a necessidade de usar touca térmica ou fonte de calor.
No uso, ela super amacia os fios na aplicação! Dá aquele derretimento e maciez. Em cinco minutos agiu quase como o condicionador, já no tempo completo agiu fazendo uma N suave (entenda os conceitos do Cronograma Capilar clicando aqui). Ela hidrata e dá sim um leve sensorial nutritivo (saiba mais sobre Nutrição Capilar clicando aqui). Os fios ficam bem macios, suaves, maleáveis e com um leve brilho no enxágue e secar. Ficam bem gostosos.
É de longe a máscara que mais gostei da Salon! Me surpreendeu!

Leave In:

Anteriormente os finalizadores da Salon vinham com o nome de "creme para pentear", este vem como leave in. Ele contém 250 ml. A fórmula dele também é semelhante com a do condicionador e a máscara, porém o aroma é mais notável que nos dois juntos.
Deve ser aplicado nos fios limpos, massageando suavemente
Achei ele bem hidratante e bem gostoso de usar. Doa maciez, suavidade e brilho saudável, com uma leve
definição. Com textura mediana.

Óleo de Ojon:

O óleo contém 30 ml e é livre de álcool. Tem uma coloração um tanto amarelada, mas é interessante dizer que não há corantes na fórmula... O que de certa forma indicaria uma quantidade legal do óleo de ojon, que naturalmente tem uma coloração avermelhada.
A fórmula é a seguinte: cyclopentasiloxane, dimethicone, cyclomethicone, elaeis oleifera kernel oil, parfum.
Ele não é pesado, tem uma consistência mediana puxada para o fluido. Promete absorção imediata dando brilho e condicionamento sem deixar os fios oleosos.... E cumpre o que promete! O aroma é evidente como o do shampoo. Não pesa, dá brilho, reduz frizz, dá suavidade e não engordura. Achei mais potente que o argan da marca!

É uma opção acessível a base de ojon, que eu indico e muito!
Bem, gosto muito dos produtos da Salon, pois como linha comercial, máscaras e leave ins são melhores que os da Elsève, e shampoo e condicionadores, são melhores que os da Dove, que são minhas marcas de mercado favoritas!

O que promete: Recuperação intensiva, diminuição do frizz, disciplinar os fios e devolver maciez e brilho
O que faz: Gera recuperação hídrica, controla os fios, os deixa muito macios, suavizados e com um brilho saudável
Classificação: Ótima
Compraria novamente: Sim
Nota: 9

Você encontra os produtos pelos seguintes preços na loja virtual:

Shampoo: R$ 8,99
Condicionador: R$ 9,99
Máscara: R$ 10,99
Leave In: R$ 7,49
Óleo: R$ 11,99
Kit completo: R$ 46,99

Confira a resenha da linha Salon Opus Argan Marroco Oil clicando aqui.
Confira a resenha da linha Salon Opus Violet clicando aqui (uma das mais vistas do blog).
Confira a resenha da linha Salon Opus Pós Química (com Arginina, Queratina e Argan) clicando aqui.

Abraços.
F.




Resultado: Sorteio Leave In Thermo Ativado (Vitamy)

27/04/2013
Olá pessoal, tudo okay?
Hoje venho com o resultado do sorteio do Leave In Thermo Ativado da Vitamy!

Este leave in é FANTÁSTICO!!! Quem não viu a resenha dele, confira aqui.

Bem, foram 87 inscrições. E o número sorteado foi:


A vencedora utilizou quase todas as chances extras, e conseguiu ganhar com a última delas (estão vendo como chance extra é uma mão na roda? =D).

E a vencedora foi:


Parabéns!!! Estarei enviando um email pra você.

Abraços.
F.

Dica do Dia: Sérum não é Reparador de Pontas! Meus Favoritos!

26/04/2013
Olá pessoal, tudo okay?
Hoje a dica é sobre os séruns capilares. Eles que ao contrário do que muitos pensam, não são a mesma coisa que reparadores de pontas!

Como disse no título, sérum não é reparador de pontas! Isto, simplesmente porque os reparadores de pontas utilizam-se de silicones mais "simples" no geral, tendo apenas um efeito "make up", que selam as pontas duplas e geram um pouco de brilho e maleabilidade, perdendo todo o efeito com o uso do shampoo diário. Os séruns capilares são produtos a base de silicones que auxiliam no tratamento capilar. De textura variável, podendo serem mais grossos, medianos ou até líquidos, no geral não engorduram os fios, pois os silicones não são oleosos (tem gente que confunde muito textura siliconada com textura oleosa, é muito diferente).
Com uma textura de fácil aplicação e de secagem rápida, os séruns são capazes de proporcionar efeito imediato, com uma pequena quantidade do produto.

Os séruns são capazes de imediatamente proporcionarem brilho, maciez, suavidade e proteção aos fios. Isto porque alguns deles têm proteção solar, e a maioria deles contém proteção térmica, podendo ser utilizados nos fios úmidos ou secos.

Algumas gotas são o suficiente para conseguir auxiliar na hidratação dos cabelos, ajudando a manter os  tratamentos utilizados anteriormente por mais tempo nos fios. O legal também, é que alguns deles contém além dos silicones mais finos, alguns ativos de tratamento, como queratina, proteínas, óleos vegetais, ou manteigas, por exemplo; o que contribui para uma melhor ação benéfica do produto.

Eles formam uma capa/barreira protetora sobre os fios, que os protege das agressões externas, como mecânicas e térmicas (secador, prancha e babyliss), também evitando a proliferação de sujeira intensa sobre os fios. Também são ótimas opções para remover mau cheiro dos fios, que podem ser obtidos com cigarro, fumaça de churrasco, entre outros; também são ótimos auxiliares das escovas progressivas e do efeito liso, pela capa externa que ele forma.
Gosto muito mais dos séruns que tem um "algo a mais" na fórmula além dos silicones, isto porque eles selam estes ativos na fibra capilar, mantendo-os ali por muito mais tempo.

Não tem contra-indicação, podendo ser aplicado em qualquer tipo de cabelo. O correto é aplicar mais no comprimento e pontas, para fios oleosos evitar a raiz é uma boa pedida. Antes e após a escova e/ou a prancha, ajuda a manter a integridade dos fios e proteger dos danos do calor, e também eliminar o frizz, dar brilho e controle para os fios, acabando com a eletricidade estática e aqueles arrepiados chatos.

Vou citar aqui pra vocês bons exemplos de séruns, e AH! Vale lembrar que a maioria daqueles "óleos capilares" contendo vários silicones nas fórmulas, podem se considerar como séruns sim! =D

Bem, meus favoritos:

Serum Diamond Finish da L'officer Professional

Ele é bifásico! contém um liquido vermelho na fase 1 e um liquido incolor na fase 2; é liquido! Ele vem em um frasco de 100ml, um frasco de vidro com um design perfumista (que não é por menos, pelo fato do produto conter uma fragrância de perfume internacional). Retira a eletrostática dos fios dando brilho de diamante, também podendo ser usado como perfume nos fios, para retirar cheiro de cigarro e gordura.
Confira a resenha clicando aqui

Sérum Diamond Thermo Brush:

Ele é leve, não engordura na mão, nem nos cabelos. Ele é formulado com um silicone exclusivo chamado DC 245, que protege os fios do calor do secador.
Na fórmula, além de silicones, eu encontrei: panthenol, hydrolyzed silk, propylene glycol, wheat, bran extract e hydrogenated castor oil. Ou seja, ele também tem potencial de tratamento.

Ele é roxo! Excelente para fios loiros! Realmente dá uma matizada leve, bem perceptível!!! Aliás, vou aplicar agora! ahah' Também contém meus amados pantenol e a seda hidrolisada (sericina).
Confira a resenha clicando aqui.


Shine Repair da Maxliss

Shine Repair pode ser utilizado antes da escovação, mas é principalmente indicado para a finalização. Seus ativos base, além dos silicones mais leves (o produto é liquido) são as proteínas da seda, conhecidas como Sericina (falei sobre este ativo amado por mim aqui), e Prodew 500 (que é um composto de proteínas e aminoácidos). Também contém filtro solar e promete não sair na água! 
Confira a resenha clicando aqui.

Sérum Semi Di Lino da Elisa Fer:

Ele tem 3 funções: finalizar, proteção térmica e dar brilho (todos com ação anti frizz). Ele também remove odores.
Confira a resenha clicando aqui

Cristall Repair da Néctar Professional:

Trata-se de um finalizador pós secagem e/ou pranchar para os cabelos.
"Cristal Líquido em spray com fórmula exclusiva para potencializar o brilho e dar sedosidade aos fios, proporcionando uma excelente definição aos penteados."
O produto é altamente fluido, liquido e não oleoso, contém alguns silicones e uma incrível fragrância de vanilla.
Ele espirra esfumaçado, não daquele jeito que espirra pra todo lado, mas sim de um forma que vira uma 'nuvem' aromatizada.
Confira a resenha clicando aqui.

Também gosto e muito do Sérum Keramax da Skafe (resenha em breve), estou super feliz que voltou para a linha!



Saiba mais sobre os silicones clicando aqui.

Confira vários óleos de tratamento cosmético, que são séruns também, clicando aqui.

Abraços.
F.




Dica do Dia: Diferenças entre Descoloração e Decapagem!

24/04/2013
Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou falar sobre as diferenças entre a descoloração e a decapagem.

Todo muito que quer ficar com fios loiros, ou deixar os fios com um tom mais uniforme com uma coloração mais "intensa", recorre a um desses dois procedimentos. Entretanto, cada um deles tem suas diferentes funções e utilidades em meio a sagrada técnica da colorimetria (#AMO sempre prestei atenção nesta "área" nas aulas de artes da escola =D).


Descoloração:
A descoloração é geralmente utilizada em cabelos "virgens", que não tenham tido sua integridade de cor alterada em um tom muito diferencial do seu natural, estando com as moléculas de melanina intactas. Com a ação química, ela retira a cor dos fios, removendo seus pigmentos naturais.
Ela também é a principal opção dos platinados, em vista que colorações costumam clarear apenas 3 tons.
Uma curiosidade, é que estes pigmentos são formados por três cadeias de cores: azul, vermelho e amarelo. O tom mais "fraco" é o azul, que é sempre o primeiro a ser eliminado (quando começa a sair, deixa os fios marrons, quando sai completamente, deixa os fios com um aspecto alaranjado), depois o vermelho (entre o marrom e o laranja mesmo, quando sai todo, os fios ficam bem amarelos) e depois o amarelo no final, que seria o mais difícil de se retirar. Por este motivo, quem tem fios loiros tingidos ou descoloridos sofre com a oxidação, o que torna os fios amarelados aos poucos.
Outra curiosidade, é que se vocês repararem bem, já é possível notar os pigmentos amarelos nos fios loiros naturais e loiros escuros; estes que por vezes chegam a ficar com uma aparência acinzentada ou esverdeada, isto porque os mesmos quase ou não têm pigmentos vermelhos... E por este simples motivos, eles são mais fáceis e mais rápidos de clarear, danificando menos sua fibra.

Aí vamos aos princípios básicos da colorimetria... A Estrela de Oswald

Deu pra captar? Muita gente já conhece, já viu, já ouviu falar ou já compreende. Mas pra quem não conhece eu explico.
São cores opostas, entre as frias (do violeta ao verde) e as quentes (entre o vermelho e o amarelo); princípios básicos ensinados em aulas de artes.
Bem, com os cabelos não é diferente. Se os fios ficarem muito amarelados (e você quiser neutralizar essa cor), é necessária a junção dos outros dois pigmentos alfas, o azul e o vermelho, que se juntam e formam o roxo/violeta, e então, o amarelo é neutralizado (por isso quem usa matizadores tende a ficar com os fios brancos e platinados... É tudo um jogo de cores)... E assim vai.

Decapagem:

A decapagem é uma remoção de pigmentos artificiais contidos no cabelo. O uso dela é feito em geral em cabelos não virgens, que já foram coloridos e pigmentados. Ela remove estes pigmentos artificiais anteriormente inseridos nos fios, a fim de ser possível a inserção de uma nova cor desejada, a partir de que os fios ficam "limpos" com o uso dela, e prontos para receberem a cor ideal, sem manchas ou reflexos indesejados.
Deu pra entender, certo? =D

Contudo, é mais do que necessário tratar os fios antes e depois, com boas reconstruções e nutrições capilares. Os dois processos agridem tanto as cutículas dos fios quanto seu interior, então não dá pra deixar de cuidar, não é mesmo?
É aquela velha história, não adianta uma cor bonita se o cabelo está feio!


Em breve estou de volta á "loirice"... Já estou com saudades! haha' =D
Já quebrei meu recorde, sete meses moreno! o/

Abraços.
F.

Dica do Dia: Finalizadores Capilares Diários! Qual o ideal pra você?

23/04/2013
Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou falar pra vocês sobre os finalizadores capilares diários, o que cada um deles fazem e pra que tipo de cabelo cada um deles funciona melhores.

Eles são vários, e basicamente, tendem a prometer funções semelhantes, o que tende a confundir a cabeça de qualquer pessoa. Algumas pessoas precisam de algo que hidrate mas deixe os fios leves, outras precisam de um que hidrate e doe peso, outras precisam que o produto doe definição, e assim vai.
Cada tipo de cabelo pede um tratamento e ativos diferentes, e os finalizadores seguem a mesma linha de pensamento, da mesma forma que um shampoo e um condicionador são mais indicados para determinado tipo de cabelo, os finalizadores também são.

Creme para pentear:

O tão conhecido creme para pentear é principalmente indicado para fios mais rebeldes, com frizz e indisciplinados. Ele gera controle e disciplina ao tempo em que hidrata e protege os fios. Cabelos mais secos, porosos e danificados são os que mais se beneficiam deste tipo de finalizador, assim como cacheados e crespos. Essa é a visão geral, por eles serem mais grossos e firmes no geral, mas temos opções para vários tipos de cabelo.
OBS: Ativadores/umidificadores de cachos, entram neste quesito.
Uma pequena quantidade (dependendo do tipo, comprimento e volume dos cabelos) é o necessário para finalizar um cabelo. Enquanto eles hidratam, alguns deles nutrem e outros também já contém proteção térmica, podendo ser utilizados antes do secador e prancha (cremes são mais indicados para secador seguido de prancha, não apenas prancha).
No geral, eles dão maciez, brilho e controle. Em cabelos mais oleosos eles podem pesar, e deixar fios com um visual embaçado (aquele que até pode ficar macio, mas completamente opaco e pegajoso, ou opaco e nem seco nem normal) se utilizado em excesso.

Confira cremes para pentear e leave ins clicando aqui.

Óleos Capilares:

Os óleos são indicados para fios rebeldes e com frizz, no geral não tendo contra indicação, existindo óleos mais leves e versáteis. Auxilia nos cabelos cacheados, quimicamente tratados, secos e danificados, dando maleabilidade, brilho e suavidade aos mesmos.
Eles protegem os fios de sofrerem danos, reduzem o frizz e a "rebeldia" dos fios. Alguns deles contém proteção térmia e/ou proteção solar, o que é uma mão na roda. Alguns podem ser misturados ás químicas, a outros finalizadores e a máscaras para potencializar seus resultados. Auxiliam no resultado final, mas o efeito sai com as lavagens, com algumas poucas exceções para alguns mais concentrados.

Confira óleos capilares clicando aqui.

Séruns:

Os séruns são indicados no geral para qualquer tipo de fios, sendo basicamente a base de silicones. Eu gosto e uso séruns, mas dou preferência (só uso) para séruns que têm em suas fórmulas algum ativo de tratamento nutritivo ou reconstrutor, como óleos vegetais ou proteínas e aminoácidos.
Eles selam as cutículas dos fios, dando brilho, maleabilidade e suavidade, além de controlar fios rebeldes. A maioria deles também tem proteção térmica e solar, o que deixa os fios cada vez mais saudáveis, evitando danos.

Confira séruns clicando aqui.

Leites para Pentear:

Os leites para pentear (um item que nem todo mundo usa), são uma versão mais liquida de um leave in/creme para pentear, e por mais diluídos, são tecnicamente mais leves. Eles auxiliam a desembaraçar os fios e dar uma leve hidratada superficial nos mesmos. São leves, dando mais naturalidade e sem pesar nos fios. São mais indicados para fios oleosos a normais, porém existem os especiais para fios cacheados ou quimicamente modificados. É um item prático para ser levado na bolsa e utilizado ao longo do dia, quando os fios ficam mais ressecados, re-hidratando-os por um período de horas. Ele sai com a lavagem, sendo apenas um item de uso mais momentâneo de efeito mais temporário que os outros finalizadores.

Confira leites e sprays para pentear clicando aqui.

Para conhecer finalizadores em geral, clique aqui.


Abraços.
F.



Dica do Dia: Óleo de Ojon! Por que o interesse?

22/04/2013
Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou falar pra vocês sobre o Óleo de Ojon, e porque eles desperta tanto interesse.

O Óleo de Ojon, com nome químico (Elaeis Oleifera Kernel Oil), é um óleo extraído das nozes de uma palmeira existente no caribe, onde é utilizado pelos habitantes de Honduras para tratar tanto os cabelos quando a pele.
Ele é um tipo de "óleo milagroso", de multi-funções, sendo rico em ácidos graxos (como o ácido oleico e o linoleico), tendo uma baixa quantidade de ácidos graxos saturados.

Ele é um óleo tão grosso e concentrado que em temperatura ambiente ele se solidifica, apresentando aspecto de uma manteiga bem resistente de coloração marrom avermelhada.

Ele já vem recentemente sendo utilizado em produtos cosméticos para benefícios da pele (de 1 a 5%) e principalmente com cabelos (de 0,5 a 2%), proporcionando vários benefícios, sendo utilizado em vários tipos de produtos cosméticos como máscaras e séruns.

O Óleo de Ojon puro pode ser utilizado (como no costume caribenho) de diversas formas no cabelo... Minutos ou horas antes de se expor ao sol com algumas gotas (ele protege os fios dos raios do sol), em umectação antes de dormir, após o sol, para hidratação e nutrição capilar. 20 minutos nos fios são o suficiente para realizar o tratamento benéfico vindo deste óleo.
Ele por ser muito "forte" em questão de tratamento, é principalmente indicado para quem tem cabelos muito secos (ou muito ressecados) e danificados, sejam por químicas ou utensílios mecânicos e de calor. E por ele ser tão bom assim, não é indicado para ser utilizado de imediato antes da coloração ou alisamento, podendo comprometer o resultado final.
O óleo também contém cisteína, que vai aos poucos restaurando a saúde dos fios. Com isto, pode se dizer com certeza, que ele é mais forte e poderoso do que o já querido óleo de argan (mas ele não sai não, já se estabeleceu). Fora que em comparação a este, os benefícios e tratamento do ojon são notados em menos aplicações e menos tempo, comprovando a eficácia do ativo.

Dentre seus benefícios para o cabelo podemos esperar hidratação, brilho natural, vitalidade, proteção (térmica e mecânica), ação antioxidante, restauração de fios danificados, maciez, resistência, eliminação do frizz e sedosidade.

Curiosidade: a tribo que inseriu o ojon á nossos olhos foi a tribo Tawira Miskito que signofica "Povo do cabelo bonito"... Faz sentido? =D

Já testei dois produtos com base neste ativo, ambos da Miskito, a Reversion Mask (resenha aqui) e o Americanoil (resenha aqui).


Abraços.
F.



Resenha: Óleo de Argan (Salon Line)

19/04/2013
Olá pessoal ,tudo okay?
Hoje vou resenhar pra vocês o Óleo de Argan da Salon Line.
Eu ganhei de uma amiga e resolvi testá-lo pra ver se era bom, antes de pensar em comprar o grande.

 

Na fórmula encontrei: argania spinosa kernel oil e citronellol.

O argan é o 7º item da fórmula, após alguns itens como corantes e junções de silicones e polímeros. Porém, um dos itens que vem antes do argan, o terceiro, é a isoparafina, fiquei chateado com isso.
Por ser uma versão pequena, ele não indica funcionalidades, então utilizei-o das formas convencionais.

Utilizei como finalizador, protetor térmico e pré-prancha. No primeiro ele deu brilho e sedosidade, no segundo e terceiro as mesmas coisas.

Ele tem uma fragrância adocicada de baunilha e uma textura mediana. No mais, ele tem ação de brilho, sedosidade e reparação de pontas e arrepiados (frizz), mas não tem poder de tratamento. Como reparador, não tive problemas com ele.

O que promete: -
O que faz: Brilho, sedosidade, reparação de pontas e arrepiados
Classificação: Bom
Compraria novamente: Potencialmente não, pois prefiro outros. Mas é uma opção para quem não tem muita verba á gastar no momento, como reparador de pontas e frizz.
Nota: 7


Abraços.
F.


Resenha: Óleo de Ojon Americanoil (Miskito)

17/04/2013
Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou resenhar pra vocês o Americanoil, que é o primeiro óleo cosmético a base de óleo de ojon no Brasil, feito pela Miskito.


"Óleo de Ojon, nome da palmeira da Miskito. Conhecido como "elixir dourado da natureza", este óleo lendário, é rico em lipídeos essenciais semelhantes aos que existem no cabelo. As nozes da árvore de Ojon perfumado, têm sido um segredo incrível usado durante séculos para restaurar a saúde perfeita e a vitalidade dos cabelos quebrados pelo sol escaldante. Com filtro solar e proteção térmica é perfeito para todos os tipos de cabelo, possui alta capacidade lubrificante que devolve a naturalidade e a flexibilidade que os fios perdem com as agressões diárias."

Deve ser aplicado nos fios de 2 a 5 gotas, espalhando sobre eles estando úmidos, pentear como de costume ou escovar e pranchar se preferir.

Ele tem uma textura mediana, entre o liquido e o grosso (mais para o liquido). Tem um aroma deliciosamente doce (não enjoativo) levemente amendoado. Sobre o aroma, posso me basear no dizer da representante de marketing que conheci ano passado, que me disse que o aroma é próximo do natural do ojon. A coloração amarelada fica mais suave nas mãos.

Sobre a fórmula, nela encontrei: elaesis oleifera kernel oil (3º item) e citronellol.

A fórmula contém dois corantes e alguns silicones e polímeros.

No uso, com os fios úmidos, ele dá uma envolvida sensorial nos mesmos, sendo notada a proteção em potencial. Ao secar e pranchar ele realmente protege os fios do calor, revelando um potencial levemente nutritivo gerando brilho, suavidade e maleabilidade.
Também o utilizo como finalizador, no qual ele me proporciona os mesmos benefícios, com o acréscimo do controle e definição.
Entretanto, minha utilização preferida dele, é utilizá-lo (como venho fazendo com alguns óleos) como tratamento noturno, no qual ele me proporciona todos os benefícios acima, de forma mais notável, e ainda gerando um percentual de nutrição, deixando-os fios controlados e bonitos, não bagunçados ou embaraçados ao acordar.

O que promete: Proteção solar e térmica, lubrificação, naturalidade e flexibilidade
O que faz: Cumpre o que promete. Super disciplinante
Classificação: Excelente
Compraria novamente: Sim, um dos meus favoritos
Nota: 10++

Você encontra ele e outros produtos da Miskito na loja online oficial da Luminux, que no geral tem os melhores preços da rede (eu pesquisei)! Confira clicando aqui.
LuminuX Representante de Vendas Miskito
Link direto para o óleo de ojon, aqui.

Aproveite também e confira aqui a resenha da Reversion Mask, que utilizei no fim do ano passado, e é incrível!!! Já comprei os dois juntos! haah'

Abraços.
F.

Resenha: Tratamento Noturno Reconstrutor (Keratinology)

16/04/2013
Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou resenhar pra vocês o Tratamento Noturno Reconstrutor da Keratinology.

Eu havia comprado este produto há muito tempo, e ele atualmente meio que estava jogado por aí. Eu sempre tinha em mente resenhá-lo, pois sei que o pessoal gosta de ler resenhas de produtos mais acessíveis, porém eu sempre me esquecia de falar dele.
Ele é um tratamento noturno reconstrutor (já se foi a onda dos tratamentos noturnos não é mesmo? Ainda me recordo a treva que era o da Elsève Geléia Real!), promete prolongar a beleza dos cabelos tratados no salão fornecendo em uma noite as proteínas perdidas em um mês (devido ao processo de lavagem com shampoo não condicionante). Ele contém tecnologia nano.

Quando o comprei, já o peguei com um pé atrás por levar a assinatura "by Seda", mas tudo bem.

Na fórmula encontrei: hydrolyzed wheat protein, hydrolyzed keratin, citronellol.
Uhu! Não contém parafina liquida!

Nos primeiros usos (deve ser aplicado sob os fios úmidos ou secos, dormir e lavar ou pentear na manhã seguinte) ele se mostrava um "leave in a mais", mas quando você lava o efeito sai. Após uma semana de uso seguido ele não faz mais efeito algum, ainda deixando os fios embaraçados e opacos. Durante cinco semanas seguidas utilizando-o uma ou das vezes por cada, ele gerava o mesmo efeito.

Nunca senti os fios se reconstruírem com ele, tinha apenas um efeito leave in leve, e de fato, nunca fez muita coisa. Se procura um leave in leve, use-os, mas se procura tratamento, evite-o.

O que promete: Prolongar beleza, recontruir
O que faz: Nada, leave in leve
Classificação: Fraco
Compraria novamente: Não
Nota: 2


Abraços.
F.

Resenha: Linha Double Shine Pós Progressiva (Exxa)

15/04/2013
Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou resenhar pra vocês a linha Double Shine Pós Progressiva da Exxa.

 







A linha Double Shine Pós Progressiva foi recentemente reformulada, e agora contém quatro itens: shampoo, condicionador, máscara de hidratação e sérum gloss.

Ela é indicada para cabelos com escova progressiva, promete efeito disciplinante, cabelos mais lisos, ação anti-frizz e redução de volume. Seus ativos base são aminoácidos da seda (a sericina que tanto amo, confira aqui) e o cristal gloss (o quartzo das fórmulas).

Shampoo:

"O Shampoo Exxa Double Shine limpa suavemente os cabelos submetidos ao processo de escova progressiva, que necessitam de um cuidado especial."

Deve ser aplicado uniformemente nos fios molhados, massageando até formar espuma e enxaguar.
Tem uma coloração branca e perolada, de textura liquida cremosa (normal). O aroma é gostoso e suave (assim como o restante da linha) porém notável.
No uso achei que ele limpa bem, não chega a danificar mas dá uma ressecada nos fios, por este fato não é necessária uma segunda aplicação nos meus fios que são secos. Achei que por ser um shampoo pós progressiva, poderia ser mais suave. Contudo, quem tem fios mistos a oleosos e com progressiva potencialmente se adapte bem a ele.
Na fórmula encontrei: propylene glycol, quartz e silk amino acids.

Condicionador:

"O Condicionador Exxa Double Shine revitaliza e protege os cabelos submetidos ao processo de escova progressiva, que necessitam de um cuidado especial."

Deve ser aplicado após o uso do shampoo, uniformemente nos cabelos molhados e massagear de 1 a 3 minutos enxaguar e finalizar.

Tem uma textura creme suave, e a fragrância é mais suave que a do shampoo.
No uso, ele dá uma amolecida e amaciada nos fios de imediato, e no enxágue os fios permanecem da mesma forma. Ele dá maciez, suavidade e brilho. Gosto de utilizá-lo após a máscara. É bem gostoso.
Na fórmula encontrei: propylene glycol, quartz, silk amino acids.

Máscara Hidratante:

"A Máscara Hidratante Exxa Double Shine hidrata e condiciona profundamente os cabelos submetidos ao processo de escova progressiva. Sua fórmula com Aminoácidos da Seda e Cristal Gloss, ativos ricos em brilho e vitalidade, penetra na estrutura do fio, revigorando e prolongando o efeito liso dos cabelos. O resultado: brilho intenso e sedosidade ao toque."

Deve ser aplicada nos fios após o shampoo, mecha por mecha, massageando e deixando agir de 3 a 5 minutos, enxaguar em seguida. Não indica ser necessário o uso do condicionador.
Na fórmula encontrei: silk amino acids, propylene glycol, quartz.
Contém também uma variedade de silicones e parafina liquida, não contidos no condicionador.
Tem uma textura cremosa meio liquida, fragrância mais suave que a do condicionador. Na aplicação ela dá maciez e emoliência, sendo muito fácil de espalhar. No enxágue os fios continuam macios, ganhando brilho, suavidade e controle de volume.

Sérum Gloss:

Promete brilho perfeito, anti-frizz e ação anti-umidade. É termoativado.
"O Sérum Gloss Termoativado Exxa Double Shine promove aos cabelos um brilho intenso e controle de frizz para uma finalização perfeita. Sua fórmula termoativada, facilita o alisamento e protege os fios do calor do secador e da chapinha."
Deve ser aplicado nos fios úmidos ou secos do comprimento ás pontas e finalizar com secador ou chapinha, ou deixar secar naturalmente.
Na fórmula encontrei: propylene glycol, quartz.
Não contém os aminoácidos da seda, contém vários silicones e também contém isoparafina.
Tem o mesmo aroma da linha, porém nais gostoso. Não é oleoso e espalha facilmente nos fios, formando uma barreira sensorial. Se deixar os fios secarem naturalmente, ele dá brilho, suavidade e controla o volume e frizz por um tempo, mas não dura tanto. Contudo, se secar e pranchar os cabelos ele os alinha bem, gerando brilho, suavidade e controle, além de que ele segura a escova por mais tempo e ainda brilhante.
Também é ótimo para eliminar frizz, controlar volume e dar brilho extra nos cabelos já secos. Ele dá leveza também.

O que promete: Prolongar o efeito liso, vitalidade, brilho e hidratação
O que faz: Cumpre o que promete
Classificação: Muito boa
Compraria novamente: Sim, menos o shampoo
Nota: 8 (shampoo 4, condicionador 8, máscara 7, sérum 9)

Aproveite e confira a resenha da Defrisagem Gradativa Marroquina da Exxa (clicando aqui).

Abraços.
F.




Resenha: Linha Looks After Straightening System - Cabelos Alisados (Salvatore)

13/04/2013
Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou resenhar pra vocês a linha Looks - After Straightening System da Salvatore, composta por shampoo e máscara.


Trata-se de uma linha indicada para cabelos alisados, podendo ser utilizada (e indicando ser utilizada) logo após o procedimento de alisamento.

Shampoo:

"O Shampoo Pós-Alisamento Salvatore Look´s, feito especialmente para manutenção dos cabelos, garante maior durabilidade do alisamento. Sua aplicação devolve o equilíbrio e hidrata os cabelos, deixando-os limpos e sedosos. Pode ser usado sempre que desejado."


Bem, ele é indicado para ser utilizado logo após o alisamento como normalmente para mantê-lo.
Como podem ver, tirei foto do produto dentro do fraco, pois seria difícil mostrar sua textura já que este shampoo é liquido. Sim, ele é liquido! 
No começo eu estranhei ele ser aquoso, mas depois me acostumei.
Ele tem uma coloração levemente bege bem translucida, e seu aroma é um tanto plantal. [cheguei a pensar que o meu tinha sido trocado pelo Bioplants, porém mais suave ou misturado kkk' (resenha aqui)].

Na fórmula não encontrei nenhum ativo de tratamento que valha se destacar, com exceção da água deionizada, utilizada normalmente nos produtos da marca.

No uso, quem gosta de espuma pode ser averso a ele no início, pois ele quase não faz espuma nem na primeira, nem na segunda, nem numa terceira aplicação. Contudo, ele deixa os fios bem limpos sim, sem muito esforço, e notei que ele também não resseca em nada os fios, em nenhuma das aplicações. Tem pH 4,0 (que é ótimo, pois realmente não gera uma abertura das cutículas, apenas limpando os fios).

Máscara:

"A Máscara Salvatore Look´s Pós-Alisamento trata cabelos muito danificados quimicamente. Reestrutura as fibras capilares através de uma hidratação profunda, que fortalece os fios, deixando-os macios, sedosos e fáceis de pentear. Sua ação prorroga o alisamento e é indicado para todos os tipos de cabelo."

A máscara tem uma textura cremosa levemente aquosa, que é mole e se mexe um pouco com o balançar da embalagem, mas tem certa consistência. Tem um aroma de chiclete de tutti-frutti e uma coloração branca levemente puxada para o creme.

Na fórmula encontrei: óleo de girassol, lanolin, hidroxietil ureia e água deionizada. Tem pH 3,5.
Contém parafina liquida.

No uso, só de colocar o produto nas mãos já acho estranho, pois esfrega-lo nas mãos em grande quantidade dá uma sensação estranha, de que parece que tem algo no meio do produto que o deixa grosso, em pouca quantidade isso não é notável.
Ela foi a primeira máscara que testei da Salvatore, mas deixei para prolongar os testes para realmente ver se meus pontos estavam errados, e não estavam.
Na hora da aplicação (como já presumi pela textura que seria um pouco estranha) fica uma sensação estranha, que de início fiquei sem compreender. Ela não amolece, nem enrijece os fios (ué, como assim?). Ela deixa uma sensação muito estranha nos fios, parece que ela se auto-sela, impedindo que ela mesma penetre nos cabelos. O.o
Ela tem um tempo de ação de 2 minutos, e nesse tempo, a ação dela não muda nos fios, e ela não os desembaraça nem nada. No enxágue, mau parecia que eu havia aplicado algum produto, o que ela dava era uma leve hidratada, bem leve mesmo, e a textura dos fios ficava estranho durante o enxágue (voltava ao "normal" quando os fios secavam).
Deixando-a agir por um tempo maior, uns 20 minutos, notei que ela tem um efeito melhor, um que para de se auto-selar, porém que seca os fios mais rápido, enquanto age. Fora que no enxágue, os fios continuam com uma textura estranha, menor dessa vez do que com o tempo de 2 minutos. Mas ainda assim, mau parecendo que receberam um tratamento.
Testei com os fios ainda loiros, com progressiva e castanhos (ou seja, descoloridos, depois alisados, depois tingidos, três tipos)
Eu sinceramente não entendi este produto. Ele parece que impede ele próprio de tratar os fios.
Como sei que a Salvatore gosta de sinceridade e informações verdadeiras para aprimoramento dos produtos...

Deixo aqui uma crítica construtiva para a equipe técnica da Salvatore, o produto não chega a tratar os fios, vocês deveriam dar uma pensada em uma reformulação da máscara, ainda mais já que ela é indicada para fios alisados e quimicamente modificados, sendo bem danificados. Não sei se é de costume utilizá-la após a escova Blue Gold da marca (que trata os fios enquanto alisa), mas já que nem todo mundo faria ela antes do uso da máscara, deveria ser revisto isso, em contrário da Bioplants (resenha aqui) por exemplo, que trata mais do que o imaginado, sendo perfeita.

Shampoo
O que promete: Maior durabilidade do alisamento, hidratação, limpeza e sedosidade
O que faz: Limpa sem abrir as cutículas, não resseca nem danifica, portanto não desidrata e não afeta alisamentos
Classificação: Ótimo
Compraria novamente: Sim
Nota: 9


Máscara
O que promete: Reestruturar as fibras capilares através de uma hidratação profunda, fortalecer os fios, maciez, sedosidade. facilidade em pentear, prorrogar o alisamento.
O que faz: Não tem ativos capazes de reestruturar as fibras, não consegue hidratar os fios parecendo impedir ela própria de fazê-lo, não me surtiu efeito algum
Classificação: Ruim
Compraria novamente: Não
Nota: 0


Abraços.
F.