Absolut Repair da L'oreal Professionnel é Reconstrutora ou não?

Olá pessoal, tudo okay?
Hoje vou resenhar pra vocês três itens de uma linha "clássica", "clichê", "icônica" e praticamente prerrogativa para quem é realmente inserido na indústria cosmética; e para quem tem cabelos muito danificados, ao tipo em que a linha se destina.



"Programa de Tripla Ação para cabelos muito danificados. Dá brilho, repara e nutre profundamente as zonas mais sensibilizadas.
Reestrutura a fibra capilar e devolve força e solidez aos cabelos muito danificados. Os cabelos são danificados pela utilização frequente de serviços técnicos (coloração, descoloração, redução de volume, etc.). Essa deterioração dos cabelos pode ser vista em todas as 3 zonas da fibra capilar."


Todos sabemos que estes itens que falarei pra vocês fazem parte de uma linha TOP de elite, linha profissional dos melhores e maiores salões do mundo! E por conta disso, é raríssimo ver/ouvir comentários negativo sobre tal (não que eu vá fazer isto; ou vou?); e muitos, de gente que nem sabe direito como a proposta da linha age na haste capilar e sai por aí falando um monte de besteira.
Tem gente que inclusive se mata de economizar para poder utilizar estes produtos, que aqui, vêm por importação, e como o Brasil tem seu "jeitinho brasileiro" ÚNICO e SINGULAR de tirar dinheiro da população vindo de todos os cantos, toda a gama custa preços muitas vezes exorbitantes.
O que é estranho porque... Curiosamente... Os produtos da L'oreal Professional, em grande parte, são fabricados e desenvolvidos aqui!

O contexto geral promete cabelos mais fortes, saudáveis, macios e com um "brilho maravilhoso".

Anyway... Será que o investimento vale a pena?
Vejamos!

Shampoo L'oreal Absolut Repair Neofibrine:

"Shampoo reestruturante para cabelos muito danificados. Repara a fibra capilar, devolvendo força e solidez aos fios. Néofibrine: Ceramida fortificante, silicone e flitro UV, para cabelos reforçados, protegidos e brilhantes. Os cabelos recuperam sua vitalidade natural."


Ele deve ser aplicado nos fios, sem nenhum segredo, como um shampoo normal, repetindo se necessário, após o enxágue.

A fórmula é a seguinte: Aqua/Water, Sodium Laureth Sulfate, Cocamidopropyl Betaine, Distearyl Ether, Amodimethicone, Sodium Chloride, Behenyl Alcohol, Laureth-2, PPG-5-Ceteth-20, Sodium Benzoate, Polyquartenium-6, Sodium Methylparaben, Carbomer, Salicylic Acid, Ethylparaben, Trideceth-6, Ethylhexyl Methoxycinnamate, Cocamide Mipa, Cetrimonium Chloride, 2-Oleamido-1,3-Octadecanediol, Methyl Cocoate, CI 19140/Yellow 5, Sodium cocoate, CI 15985/Yellow 6, Sodium Hydroxide, Citric Acid, Arachidyl Alcohol, Linalool, Butylphenyl Methylpropional, Hexyl Cinnamal, Limonene, Parfum/Fragrance.

Analisando a Fórmula:

Contém sulfato (saiba sobre, clicando aqui), mas já digo, sua ação é extremamente suave; além de conter cocamidopropyl betaine, um detergente suave (saiba sobre, clicando aqui).
O único silicone contido na fórmula é o amodimethicone.
Destaco os seguintes itens:

Polyquaternium 6: Um polímero que no caso, creio ser incluído para garantir maior suavidade ao atrito dos detergentes da fórmula.

2-Oleamido-1,3-Octadecanediol: É a bio-ceramida patenteada da L'oreal, que é contida na maioria de seus produtos, mais principalmente na Absolut Repair. Esta ceramida é modificada, a tornando ainda mais eficaz. Saiba tudo sobre a Ceramida, clicando aqui.

Salicylic Acid: Creio que muitos (geralmente por falta de conhecimento mesmo) não prestaram a devida atenção neste item! A meu ver, ele se faz presente por uma única e singular função: remover excessos (principalmente de queratina e outras proteínas) que fiquem sobrepostos nas extremidades dos fios, sem agredir os mesmos, removendo esta "capa" epitelial que impediria novos tratamentos. Ponto. O que é um plus!

O shampoo tem uma coloração levemente amarelada; sua textura é de um leve perolado mais puxado para o leitoso, tendo certa cremosidade fluida.
O aroma, ao contrário do que muitas blogueiras falam por aí, não me é agradável, é um aroma cítrico, justamente o único aroma que eu não gosto em cosméticos. Não é super forte, mas é nítido.
No uso, ele é sensacional... Já adianto que não tenho do quê reclamar. Sua proeza é tão eficaz que quase o considero um shampoo creme (louco para testar o cleansing balm da linha Absolut Repair); mas não é, é apenas um shampoo suave de tratamento.

Na primeira aplicação ele faz uma espuminha bem superficial, na segunda, a espuma já se torna mais densa, mas ainda não tão aparente como shampoos comuns realizam, o que pra mim é ótimo, já que é um indicativo de baixa concentração de sulfato. Ele limpa, deixa o couro cabeludo leve e não abre NENHUMA cutícula, o fio continua selado, hidratado, intacto, o que for. ISSO é de verdade um shampoo para fios danificados, quimicamente modificados e fragilizados.
Fora que ele tem um leve percentual de tratamento... E por conta disso, geralmente o deixo nos fios por uns 2 ou 3 minutos, antes do último enxágue, para utilizar-me dos benefícios totais dele. Desta forma, a espuma simplesmente some, e o cabelo fica completamente maleável, sendo que após o enxágue aparenta que você aplicou um bom item condicionante.


Condicionador Absolut Repair Lactic Acid:

"Com ácido láctico, que cria ligações salinas entre as cadeias de queratina expostas no córtex das fibras capilares danificadas, este condicionador fabuloso é o principal agente no plano de resgate absoluto dos cabelos muito danificados. Encasulando toda a fibra, deixa o cabelo com uma sensação Bastante maleável e com uma aparência mais brilhante."

Deve ser aplicado nos fios após o shampoo, distribuindo de forma uniforme e deixando agir de 2 a 3 minutos. Enxaguar em seguida.

A fórmula é a seguinte: aqua/water, cetearyl alcohol, behentrimonium chloride, PEG-180, amodimethicone, cetyl esters, isopropyl alcohol, hydroxyethylcellulose, ethylhexyl methoxycinnamate, lactic acid, trideceth-6, linalool, chlorhexidne digluconate, limonene, cetrimonium chloride, hexyl cinnamal, 2-oleamido-1,3-octadecanediol, CI 19140, yellow 5, CI 15985, yellow 6, CI 17200, red 33, parfum, fragance C45173/1.

Analisando a fórmula:

Não tem uma fórmula "alarmante", mas tem itens bacanas, dos quais os dois que destaco, fazem parte do meu top 5 pessoal de ativos:

Um é a ceramida, já mencionada acima; o outro é o ácido lático:

Lactic Acid [Thylidenelactic Acid ou 2-Hydroxypropanoic Acid ou 1-Hydroxyethanocarboxylic Acid](Ácido Láctico) [Amo muito *-*]:
O ácido láctico é um ácido orgânico formado na fermentação de produtos como iogurte e molho de soja. O corpo humano e de outros animais, também produzem ácido láctico diariamente, enquanto estes realizam atividades físicas; nestes, se faz presente nos músculos, pele e cabelos.
Ele retém a hidratação natural da pele e promove elasticidade, com isto, ele já é (desde antigamente), muito utilizado em indústrias cosméticas, farmacêuticas e alimentícias.
Eficaz no tratamento de calos, acne, verrugas (neste caso, em concentração de 10 a 20% aliado ao ácido salicílico) e rugas; também auxiliando no clareamento e rejuvenescimento da pele.
O ácido láctico tem grande poder umectante, gera hidratação, regulação de pH e tem ação bacteriostático. Executa variadas funções, o que o torna um bom ingrediente ativo. Tem ação acidificante.


No uso, o condicionador tem uma textura "comum", bem meio termo, nem muito mole, nem muito firme, fácil de espalhar. É o produto que tem o maior cheiro cítrico dos três.
Agora no "vamos ver", juro pra vocês... Eu não compraria novamente! Não dizendo que o produto é ruim nem nada disso, não é ruim! O que acontece, é que o efeito é bem "comum" de um condicionador qualquer. Então, pelo menos aqui no Brasil, eu não acho que valha à pena adquirí-lo, já que ele custa caro.
Agora para quem possa adquiri-lo, o ponto positivo é que ele dá brilho facilmente, por ajudar a selar as cutículas, amacia muito os fios na aplicação, e doa maciez. Ponto.

Máscara Absolut Repair (Neofibrine):

"Máscara de reparo para cabelos muito danificados. A fórmula com neofibrone, condiciona instantaneamente o cabelo danificado e o deixa mais forte, maleável e brilhante como se estivesse sido totalmente transformado. O neofibrine cria ligações salinas entre as cadeias de queratina exposta no córtex das fibras capilares danificadas."
Deve ser aplicada nos fios levemente umedecidos, previamente enxugados com uma toalha, massageando e deixando agir de 2 a 3 minutos.

A fórmula é a seguinte: aqua/water/cetearyl alcohol, behentrimonium chloride, candelilla wax, amodimethicone, cetyl esters, isopropyl alcohol, glycerin, methylparaben, trideceth-12, ethylhexyl methoxycinnamate, chlorhexidine dihydrochloride, cetrimonium chloride, 2-oleamido-1,3-octadecanediol, cl 19140/ yellow 5- cl 15985- yellow 6 / linalool- butylphenyl methylpropional – hexyl cinnamal – limonene – parfum, fragrance.

Analisando a Fórmula:

Bem, dois dos itens grifados eu já citei acima... O restante é a glicerina e a cera de candelila; respectivamente um agente hidratante e um agente nutritivo:

Glycerin/Glycerine (Glicerina):
Também conhecida como Glicerol. Viscoso, liquido, sem cor ou aroma. Presente em óleos de origem animal, ou vegetal (como o óleo de coco) em sua maioria. Tem propriedades umectantes e hidratantes por higroscopia. Evita ressecamentos nos cabelos e na pele. e ajuda na fixação de fragrâncias.
Origem: Em maioria, plantas; animal corriqueiramente.


Candelila Wax (Cera de Candelila):
A cera de candelila, de coloração marrom-amarelada, é extraída de folhas da candelila, uma planta típica do México, chamada Euphorbia Cerifera.
A cera de candelila tem aspecto duro e ao mesmo tempo quebradiça, sendo frágil. Ela é altamente brilhosa em sua superfície e é insolúvel em água.
É muito utilizada em cosméticos variados, por fator textura ou fator ativo.
Tem propriedades protetoras e alto poder nutritivo (lipídico).


Bem... No uso...
A Absolut Repair é um caso à parte. Eu particularmente não costumo a colocar como uma máscara misturada a muitas outras, nem com semelhanças (aliás, uma máscara que eu acho que tem um efeito suavemente parecido com o dela, é a Dream Cream da Lola Cosmetics, resenha aqui).
Muitos por aí chegam a dizer e divulgar que a Absolut Repair se trata de um tratamento reconstrutor, o que na grande realidade, NÃO PROCEDE!

Como assim Felipe?
O próprio produto, ou melhor, a própria L'oreal, não diz isto! Fica a dica! :]
O produto se propõe a ser reparador... Reparar e condicionar. Ponto.
Por reparo, o que se pode concluir é que algo visual será obtido, e por visual, o que conseguirmos ver a olho nu dos fios são as cutículas, ou seja, a área externa... E é aí que a Absolut Repair irá agir. PONTO!
A Absolut Repair atua na Zona A dos fios, que é a extremidade, as cutículas. Também atua na Zona b, na parte em que promete agir entre as ligações salinas de queratina no córtex capilar, que como a grande maioria não sabe, é uma região do fio que mescla alguns tipos de aminoácidos em junção de lipídeos. Não vou me aprofundar neste assunto pois é muito técnico/científico, e é muito exato, então o post ficaria absurdamente longo para poder explicar o assunto detalhadamente.

Feito isso, já podem, os usuários do Cronograma Capilar, classificar sua Absolut Repair como uma máscara NUTRITIVA! Ponto.

Mas Felipe, não tenho os fios muito danificados e sinto um efeito tão forte como uma reconstrução, e aí?
Um tanto secamente falando: Ela não é indicada pra você! ahahah'

Mas é aí que está um dos grandes segredinhos dela... Ela tem uma ação acidificante. Ponto.
Em resumo, ela vai "cimentar" as cutículas e a proteção do córtex danificado, acidificando a fibra para que ocorra uma leve alteração que fixe esta camada protetora nos fios. Por ISSO, o sensorial de reconstrução, que entretanto, não é isto o que ela está fazendo. Quimicamente falando, vocês foram "enganados" (ahah') por diversos blogs, por falta de conhecimento técnico. Mas de fato, ela eficazmente insere uma boa camada de proteção nos fios, e por isso, os fios além de ficarem mais protegidos, ficam com efeitos diversos, como brilho, não muita maciez, suavidade, etc. Isto pois eles meio que ficam protegendo a si mesmos.

Mas o que acontece então, Felipe?
Simples! Na verdade, não tão simples pra quem apenas usa e desusa um produto sem saber de especificações químicas. Mas como de costume, vou explicar da forma mais simples e didática possível.
Como já mencionado acima, ela protege os fios (resultado de brilho e suavidade) e os cimenta, sela e acidifica (resultados de resistência, força e em alguns casos, volume e fios arrepiados). O que acontece, é que a Absolut Repair trabalha em proporcionar aos cabelos a proteção natural lhes retirada através dos danos, preencher lacunas do cimento intracelular (lembra o que eu falei acima sobre ele?) e secretamente dar uma acidificada nos mesmos, para que o tratamento se mantenha ali por um tempo prolongado.
Façam o teste... A façam o ritual de tratamento, e dias depois, aplique um tratamento hidratante comum, e veja se os resultados deste não vão ficar superiores.

Em resumo, ela não reconstrói o fio, pois não ter fator proteico. Entretanto, ela mantém o fio "ali", por ter um alto fator de preenchimento cortical. Espero que tenham compreendido. Utilizar o tratamento Absolut Repair após um tratamento reconstrutor/proteico/queratínico, ou mesmo se os fios já estejam bem queratinizados, é certamente um overpower, e a não ser que os fios não estejam realmente necessitando de uma "reparação absoluta", certamente não terá um efeito bom nos fios. Qualquer dúvida, me chamem! =]



O resultado em si, eu resumi acima. Uso na verdade por 5 minutos. Há quem diga que use por 20 minutos, fiz o teste, e não obtive nenhuma efeito maior no resultado. Os 5 minutos bastam. Uso em 5 pois confesso ter dó de usa-la como um simples condicionador, com aquele tempo que ela pede de apenas 2 a 3 minutos, que na realidade dão o mesmo resultado... Mas como a uso no banho, não tem problema nenhum deixar dois minutos a mais.

Agora no geral...
O tratamento é MILAGROSO? NÃO!
O tratamento é EXCELENTE? SIM!
O tratamento é DURÁVEL? SIM!
O tratamento é DEFINITIVO? NÃO, pois não é química de alteração estrutural.

O tratamento vale mesmo à pena o investimento? VALE À PENA MESMO O INVESTIMENTO!
Isto eu digo para shampoo e máscara. Ponto (as ampolas também acho válidas).
Não compraria novamente o condicionador, pois ele é só um complemento de efeito que muitos produtos mais baratos fazem igual ou melhor, mesmo que pra usar em alternância com a máscara; não vejo um porquê de se pagar o valor dele se podemos obter o mesmo com produtos mais em conta. E de ressalva, também não compraria o sérum da linha, pois a fórmula dele é praticamente só silicones (corrijam-me se ela foi alterada) e filtro solar... E de silicones por silicones, fico com os que encontramos por aí, que são basicamente os mesmos.

Shampoo
O que promete: Reparar a fibra capilar, devolver força, reforçar, proteger e gerar brilho aos fios.
O que faz: Cumpre o que promete. Não abre cutícula.
Classificação: Perfeito
Compraria novamente: Sem dúvidas!
Nota: 10+++

Condicionador
O que promete: Encasular a fibra capilar deixa o cabelo com maleabilidade e brilho
O que faz: Cumpre o que promete.
Classificação: Regular
Compraria novamente: Não. Pelo preço.
Nota: 8

Máscara
O que promete: Reparar e condicionar instantaneamente o cabelo danificado. Gerar força, maleabilidade e brilho.
O que faz: Cumpre muito bem o que promete!
Classificação: Perfeita
Compraria novamente: Sem dúvidas
Nota: 10+++

Abraços.
F. 

Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Quando eu lia os comentários da Absolut Repair no Facebook falando que o cabelo tava super reconstruído, que era uma R poderosa e tal, eu ficava muito confusa porque a fórmula não é uma R tão poderosa a ponto de todo mundo falar tão bem. Esse post respondeu muito bem essa dúvida que eu tinha. Achei muito interessante, uma grande aula mesmo. Ah, por sinal, Felipe: participo do grupo de CC e acompanho seu blog já faz meses, e tudo que sei de cabelo aprendi com você. Muito obrigada por compartilhar o seu conhecimento, confio piamente em tudo que você fala kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico super feliz pelo carinho! *-*

      Abraços.
      F.

      Excluir
  2. Felipe, eu usei Absolut Repair por muito tempo... E agora uso a Absolut da Inoar! NUNCA obtive um cabelo tão macio, sedoso, brilhoso e hidratado assim! Faz coisas pelo cabelo que o da L'oreal não faz! Estou maravilhada!

    beijinhos da Mandy.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo! Fico feliz.
      Amo a linha Absolut da Inoar também, principalmente o shampoo! *---*
      A mask também!

      Abraços.
      F.

      Excluir
  3. Felipe bom dia...amei suas explicações. ...técnicas e de fácil compreensão. ...descobri que minha máscara não serve para meu cabelo fino e descolorido...
    Também preciso da reconstrução. O que chama de reconstrução total? Quais produtos estão na categoria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz pelo carinho e por ter sido sucinto! =D
      Uma máscara R que amo desde o ano anterior é a Bonacure Fibre Force da Schwarzkopf! =D
      O Hair Treatment da Inoar eu também adoro como um tratamento reconstrutor periódico! =D

      Abraços.
      F.

      Excluir
  4. Felipe, para shampoo, qual vc indica dentre os dois: o Neofibrine ou o Lactic Acid?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neofibrine é o mais suavinho, mas o lactic acid tem o ácido láctico, então, fico com o segundo! :D

      Abraços.
      F.

      Excluir
  5. Olá Felipe, comprei a máscara, ampolas, selador da absolut repair, em que fase do CC devo usar? Como você disse que a máscara não é R, poderia batizar com queratina liquida?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode usar queratina líquida sim, nos fios, antes de aplicar a mask. Os outros itens em maioria são um efeito NR. :)

      Abraços.
      F.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...