Desabafo: Por que eu quase sumi? Cansei de ser usado!

Olá Beauties, tudo okay? :}
Hoje vim, desabafar e ao mesmo tempo, dar-lhes uma explicação do “motivo, razão ou circunstância” (eterno Prof. Girafales), do porquê de eu ter estado meio ausente nos últimos tempos.


Muito provavelmente, eu devesse ter feito isso antes, e certamente, teria sido melhor, para mim mesmo, e para com vocês, pois não se sentiriam abandonados. E por isso, eu peço desculpas.

O motivo central de tudo é simples: Cansei!

Mas não, eu não me cansei de vocês. E é exatamente por isso que estou escrevendo aqui agora. :}

Pra quem já é leitor desde o começo ou próximo do começo, sabe bem como e quem eu sou, ao menos, de uma forma superficial. E para quem não sabe, vou fazer um breve resumo de como e por qual motivo eu resolvi criar o blog e o que me levou ao cansaço.

O Início

Bem, o blog é basicamente sobre beleza, com foco no cabelo, como vocês bem sabem, mas, que sempre deixei em aberto a possibilidade de falar de outros assuntos. Como no primeiro post do blog, já disse que falaria de beleza e de música. Ahhaha'

Eu decidi criar o blog ao final de setembro de 2011. Nesta época, eu havia feito minha primeira descoloração semi-integral, e ficado loiríssimo pela primeira vez. Antes, eu só ficava com luzes e reflexos, nada muito radical. E foi com isso, que eu percebi que os produtos comuns do dia a dia não estavam mais fazendo efeito, e que alguma coisa estava errada, e não poderiam ser os produtos que sempre me serviram muito bem. :}

A partir daí, eu comecei a pesquisar sobre cuidados capilares, não apenas de forma superficial, mas como bem sabem, de forma bem técnica, bioquímica e precisa; eu queria saber exatamente o motivo do meu cabelo não responder aos cuidados como antes, e então comecei a ler artigos científicos, pesquisar produtos em blogs, como exemplo, que sigo até hoje e muito amo e admiro, a Ju Lopes do “JuroValendo” <3. E logo, fui rapidamente aprendendo como a coisa funcionava. Já cheguei diversas vezes a bater papos intensos com químicos, bioquímicos e cosmetólogos. Me lembro de um momento engraçado, de que em uma certa palestra, alguns dos palestrantes não paravam de me olhar, por assuntos que faziam parecerem surpreendentes, eu exibir face de paisagem, pelo fato de para mim não ser novidade alguma. Ahahaha'
Eu sou autodidata, aprendo e estudo sozinho desde pequeno (ahaha'). Como exemplos, eu aprendi a ler partituras e compor canções, sozinho; eu também, aprendi e falo inglês, sozinho. Atualmente o assunto que tem atraído meu talento autodidata, é a nutrição! Acho fantástico! =D ahhaha'

Em pouco tempo, decidi criar o blog, pois apesar de já terem diversos no mesmo segmento, eu queria ser um ponto de referência como alguém que era ao mesmo tempo um consumidor e um entendedor do assunto. Meu intuito com o blog foi sempre esse, de ser uma referência credível; tanto é que só posto o que eu gosto. Nunca cheguei aqui elogiando produtos e marcas que eu não gostei, apenas porque a maioria gosta. Pois até já citei produtos de marcas que eu gosto, que eu não gostei, deixando claro isso. :}
Não criei o blog com o intuito de ficar rico e surfar em meio à multidão. Neste período, eu postava quase todos os dias.

Em poucos meses, uma blogueira que eu muito admirava, a Lucy Viana do “Produtinhos no Cabelo” veio falar comigo. Ainda me recordo de como senti aquele frio na barriga gostoso de quando alguém que você muito admira, percebe sua existência e fala com você! =D

Logo, ela, Lucy, tratou de juntar-se a mim, Diana Lee do “Help dos Cabelos” e a Liia Silva do “Aprendendo Sobre Cabelo”; todos blogs que de uma forma ou de outra visavam compartilhar informações e experiências para ajudar ao próximo, ou seja, o leitor. E juntos, formamos o grupo CRONOGRAMA CAPILAR, no qual ajudávamos e auxiliávamos diariamente diversas pessoas com a técnica e outras dicas, em grande maioria, desconhecidas, pela bondade do coração e porque tínhamos paixão por determinado assunto em comum. Na real, abrimos os olhos de muita gente. :}

O meio tempo

Em meio a isso, comecei a conhecer diversas empresas e produtos, e ia testando e postando sobre os produtos que eu experimentava. Chegou um momento em que eu postava exatamente tudo que eu experimentava, relatando se gostei ou não, e aos poucos, agregando um valor mais técnico e específico em todo o conhecimento que adquiri, como vocês bem gostam. :}

Me lembro de em 2012 ter ido à minha primeira Beauty Fair, e uau, aquilo parecia incrível. Naquele momento, eu tive certeza de que eu queria fazer parte daquele mundo. Me lembro de por um momento ter conversado, obviamente em inglês, com o haistylist da Michelle Obama, que me tratou super bem. Um pequeno garoto, em meio a diversas grandes potências, apenas admirado, e até então, iludido de achar que tudo vinha para o bem.

Em algum tempo, nós, o Crono, começamos a atrair notoriedade, diversos blogs e consumidores começaram a espalhar e disseminar a técnica e o grupo, e ficávamos felizes com isso, mais gente estava sendo alcançada, e teria os benefícios para si. E nosso trabalho gratuito, e praticamente, filantrópico, só aumentava, e por conseguinte, nossa responsabilidade. Eram dias e noites passadas a auxiliar outras pessoas, e até alguns profissionais, gratuitamente, sem nenhum tipo de bilateralidade. Tempo gasto sem um retorno… Resumindo. :}

Os Aproveitadores

E como todo animal que aparece em meio à selva, os predadores, parasitas e abutres iam aos poucos surgindo, disfarçados com a aparência dócil e suave como a de um cisne. Por muitas vezes, nos aliamos a pessoas e marcas, pensando no bem maior, mas estas que na grande verdade, apenas estavam interessadas em nos utilizar, e se aproveitarem do alcance que tínhamos para se divulgarem, e tchau.

Sério, o que mais tem neste mundo, são sorrisos. Sorrisos para todos os lados, abraços de “carinho” e palavras amenas, envoltas a uma suave frase de “posta pra mim?” ou “deixa eu entrar?”. Já tivemos diversos tipos de problemas, e que, como passávamos grande parte do nosso tempo nessa vida online, que até então era muito agradável, problemas no “mundo real”, começavam a surgir. Afinal, todos temos uma vida, contas a pagar e tal. Foram vários os momentos em que conversarmos entre nós sobre como era difícil conciliar “viver”, trabalhar e ajudar as pessoas com o Crono, sem deixarmos os perrengues serem transparecidos para vocês. E estivemos sempre lá, sorrindo e ajudando, enquanto tínhamos diversos dos problemas familiares, inclusive, por estarmos dispondo nosso tempo para centenas e milhares de pessoas desconhecidas. Mas mantivemos nossa vontade firme.

O início do fim

Coisas foram acontecendo nos bastidores, pessoas passando por cima da gente como se não fossemos nada. E em dado momento e caso, as forças se esgotaram. E o grupo acabou momentaneamente se desfazendo. E foi quando criei junto a alguns bloggers parceiros, a extensão Cabelomaníacos, que muita gente não entendeu, mas sempre foi parte de um todo. Eu não quis parar de ser útil para as pessoas. Mas o Crono não realmente acabou, minha amada amiga Diana Lee, juntou forças e decidiu que o Crono não acabaria, e se juntou com a Giovanna e o Daniel para reconstruir o que havia sobrado. Eu, por também nunca de fato ter querido acabar com isso/largar de mão isso, estive sempre ali presente, apesar de ter criado a extensão, eu nunca abandonei o Crono, e em pouquíssimo tempo, la estávamos nós, fazendo tudo o que sempre fizemos, e fazendo o grupo e a técnica cada vez mais ser espalhado em meio ao povo. E nenhum de nós nunca havia feito apologia ao nosso nome. Tenhamos sido trouxas ou não, o que queríamos era fazer o bem, não esperando um retorno, mas achando que as leis do universo trariam o bem pra gente algum dia... Mas não era o que acontecia.

Todavia, os abutres continuavam a surgir, das formas mais diversas. Ficando cada vez piores as situações. E ao mesmo tempo em que ajudávamos pessoas, ajudávamos empresas, pois afinal, os produtos que usávamos vinham delas. E uma dessas, acabou por nos dar uma “rasteira”, lançando o primeiro dos “Cronogramas Capilares” em forma de produto. E usando alguém que estava entre nós para ganhar em cima da gente. Eu sinto só pena. Por que não uma ação direta conosco? Diana e eu? Já que éramos nós quem carregamos e levantamos a coisa toda? Como também para com Liia e Lucy, que pelas decepções, largaram o projeto, mas sempre serão partes insubstituíveis da história.

Tempo após tempo, outros destes desgastes, com pessoas e marcas querendo apenas passar por cima da gente, ou apenas nos usarem e abusarem, fomos perdendo as forças e o interesse pela coisa toda. Mas, nos mantivemos ali, de um jeito ou de outro.

O Cansaço Definitivo chegou

Pouco após contornarmos determinada situação com alguns dos abusadores, fomos ao pouco retomando as rédeas da situação. E logo, adicionamos a Edna Botelho ao nosso círculo central; que foi uma das adesões mais maravilhosas de todas. Agradeço muito por existirem pessoas que assim como a gente, se importa com o próximo. :}

E então, durante o ano passado, que meus achegados mais próximos sabem que o intitulo como o “pior ano da minha vida”, tive diversas e pesadas frustrações, decepções e traições. Obviamente, de gente próxima, considerada amiga, que é só esse tipo de grupo de pessoas, que realmente consegue me atingir. Sério… Pessoas de fora, desconhecidas, jamais conseguem me afetar, caso se objetivarem a isso. Já recebi DIVERSOS “elogios” aqui nos comentários do blog, e é claro, sempre de gente anônima. A ironia… ahahah'

E assim, com todas essas decepções que fui tendo, e sério, foi uma atrás da outra. Eu não tive tempo de parar, e superar uma de cada vez, pois enquanto eu estava me recuperando de uma, BOOM, vinha outra logo, não em seguida, mas em conjunto. A grande maioria foi durante o segundo semestre.

Eu estava esgotado. Mas, “como blogger”, eu cansei de ouvir que minha dor não poderia aparecer de forma alguma, e que eu tinha sempre que aparentar estar bem e perfeito. Como se todo mundo estivesse bem e perfeito o tempo todo.

Em certo momento, durante o segundo semestre, em off, eu estava com a chance de fazer acontecer um produto específico para a técnica junto a duas marcas diferentes. E eu estava tipo, “Finalmente! Esse momento chegou! Meus leitores e eu, finalmente teremos um produto perfeito! Feito minuciosamente conosco.”.

Eu encontrei forças nisso, em meio as decepções que estavam a acontecer. Pois, algo de bom, parecia estar para acontecer. Eu realmente, nunca quis meu nome estampado em um banner enorme, apenas por ego, ou por ser “Felipe Ursini”, que aliás, muita gente não sabe nem o nome do meu blog, e sim quem é o Felipe. Ahahah'
O que eu queria era o produto perfeito, feito conosco, eu, Diana, Lucy e Liia. Ou mesmo com um de nós. Este sim, seria o produto do “Cronograma Capilar”. :}

As conversas foram acontecendo, e bem… Eu, inocente, ingênuo, trouxa, imbecil, idiota e todos os adjetivos que caracterizem uma pessoa empata, do popular trouxiane, confiando em uma pessoa que até então eu achava que verdadeiramente era minha amiga, sintetizei num arquivo e passei num e-mail para esta pessoa, o meu projeto para um produto perfeito para a técnica. Acreditando que finalmente esta realização ocorreria. E estava tudo bem, até que em pouco tempo, eu havia sido cortado do projeto. Não poderíamos fazer isso por enquanto… Foi quando em meu perfil pessoal no Facebook, uma semana antes do meu aniversário, eu postei “Eu vou surtar.”. Pois isso era o que me dava alguma energia e esperança em meio às diversas frustrações. E aí, perdi até as forças para estudar. Eu estava estudando para um vestibular específico ao fim do ano, e é óbvio que quando ele chegou, eu não passei! Ahahahah' Tirei uma nota ok, mas não passei.

Aí okay, porque eu citei a parte de confiar em uma pessoa? Pois após tudo, meu projeto continuou sendo utilizado. Com toda minha seleção de ativos, minuciosamente separados, o que não utilizar, toda a caracterização do conceito, todo o direcionamento do produto, que não precisaria de uma estratégia de marketing, pois ele seria tão objetivo que venderia sozinho automaticamente para os utilizadores da técnica do “Cronograma Capilar”. E é claro que isso foi percebido. :}
Quando eu vi isso, cara a cara com um banner enorme na minha Face, eu de verdade, quis morrer naquele momento. Eu preferiria estar morto do que ter tido que passar por aquilo. Eu me senti frustrado, desacreditado e humilhado ao mesmo tempo, durante todo esse tempo, na verdade.

E bem… O produto está aí sendo vendido, e nem eu, nem meus leitores, ganhamos nada com isso. E claro, perdi de fazê-lo com a outra marca, pois a mesma achou que eu já havia o feito com a que se apropriou das minhas ideias. Eu não consigo nem olhar para o produto nas prateleiras das perfumarias. E o pior, é que como eu disse, ele é tão perfeito, que até mesmo alguns de vocês já chegaram em mim para perguntar Felipe, você viu/experimentou o...?”, “Felipe, a fórmula do... É perfeita. O que você acha?”, “Felipe, quero comprar o... O que você achou dele?”. E vocês não tem noção, de como simplesmente ouvir e/ou ler essas palavras de alguns de vocês nos meus e-mails, inboxes e tal, me machucam. Não por vocês, mas pelo fato de isso ter acontecido. =|

Em determinado momento, pessoas começavam a perceber que eu estava diferente, sem foco, sem a energia e alegria que eu sempre tive. Que meus sorrisos nas fotos durante os últimos meses tinham forma, mas não emoção, que meu olhar, sempre transparente, mostrava que eu não estava bem. Pessoas perguntavam, Por que você sumiu?”, “Você não vai aparecer mais?. Eu apenas não tinha energia pra isso. As poucas coisas que fiz, foi pra não desaparecer de vez, como um abandono.

E pra piorar tudo, quando a gente pensa que não pode ficar pior, bem... Logo que isso aconteceu, e que muita gente ainda não sabe, Diana resolveu abandonar o Crono. Então, bem... Vendo tudo como foi, e até que ponto chegou, eu pensei seriamente, que era chegada a hora de desistir de tudo e sumir disso. Não preciso falar que eu só chorava, certo?

O dano emocional foi tanto, que cheguei a chorar dentro de um supermercado. E em episódios anteriores, eu sem “foco” nenhum, por um momento, cheguei a quase ser atropelado por um ônibus, não fosse um gentil moço ter me puxado, e em outra, eu ter quase tido um ataque do coração, precisando ir a um cardiologista. Bem, ao menos, sei que não posso praticar atividades físicas muito rigorosas, por enquanto! ahahahah'
E então você para e pensa, que a vida é muito curta e frágil para ficar se desgastando, e que você ainda tem a chance de vivê-la. :}

Então… Podem imaginar, né? Eu fiquei em um estado de total fraqueza emocional. Eu fui constantemente usado e traído por pessoas “amigas”, este tempo todo. E fui também traído por outro logo em seguida.

Sou chamado de "muito inteligente" e "muito misterioso" por algumas pessoas, ao mesmo tempo, e quem me conhece, sabe que eu costumo falar em códigos, quando por algum motivo, não quero expor realmente o que acontece. Como fiz aqui, num post “divertido” sobre “Amizades Falsas!Iniamigos!”, feito em dezembro; vocês se recordam? :}


Foi uma forma sucinta que eu usei para dizer “algo está errado”.

Eu parei diversas vezes enquanto estive escrevendo este post, pois as lembranças iam voltando, e bem, sabem como é… Né? :|
Fora que levei meses até decidir finalmente sentar e falar com vocês sobre isso.

Tenho um alcance enorme! De fato! Já tive até stalkers ahahah'… E este alcance, são vocês, meus leitores e Cronos, que de maneira nenhuma, por respeito e carinho a todos vocês, vou trazer algum dia, lixo para ser postado pra vocês. Ou seja, coisas desinteressantes, coisas que eu não realmente goste e aprecie, pois não vou trazer algo que não será útil pra vocês e/ou verdadeiro para comigo mesmo. Os valorizo muito! :}
Eu não me importo com haters. Realmente, não perco meu tempo. Nem Jesus ou Michael Jackson agradaram a todo o mundo, não sou eu que vou! Ahahha' Vejo assim, se você tem atraído inimigos, mas tem grande parte de gente que te apoia, você está fazendo algo certo!

Eu pensei em gravar um áudio para falar isso, e até tinha feito parte dele. Entretanto, minha voz “arranhava” em diversos momentos, em que lembranças eram acarretadas às palavras, e eu não quis transpor essa tristeza emocional em modo auditivo, portanto, preferi escrever. Aliás, o que eu sempre fiz, afinal, não é mesmo? Ahahah'

Eu quero sim, um produto definitivo feito para o “Cronograma Capilar”, mas que respeite nossa história e trabalho. Sendo feito comigo, com Diana, com Lucy, com Liia, com uma dupla de nós, com um trio de nós, ou com todo o quarteto. Diversas dessas marcas que vocês veem lançando “Cronos” sabem MUITO bem do nosso trabalho, inclusive querendo que divulguemos o “trabalho deles” assim, de forma linda e bela, como se fosse a coisa mais normal do mundo.

Contudo, eu pensei, refleti, e aos poucos venho me forçado a ter alguma energia. E são vocês, e algumas das poucas boas pessoas que este meio me trouxe, que me fizeram ficar aqui até então. Nunca quis jogar energia negativa para vocês, por isso fui me ausentando, pois minha energia positiva havia sido semana após semana removida de mim. Agora, bem, estou melhor! =D
Não digo que estou 100%, mas, tudo isso me ensinou que EU PRECISO MUDAR. Eu já mudei, em aluns diversos aspectos, e estou trabalhando em outros. :}

Peço sincero perdão pelo sumiço e espaço vago que fui deixando, e em breve, quando eu estiver 100% de novo, quero vir, diferente, trazer conhecimento, dicas e uma grande e calorosa energia positiva pra vocês! :}

Obrigado pelo carinho e por terem continuado visitando o blog e o grupo. Vocês são a melhor parte disso tudo.

Abraços.
F.


Comente com o Facebook:

21 comentários:

  1. Fe,a vida é assim msm cheia de altos e baixos,sei q é fácil p quem está de fora dizer "ñ fica assim ñ"mas cada um sabe o tamanho da dor q ha dentro de si,e quanto a largar tudo,acho q é normal as vezes querermos isso(eu msm ja larguei um emprego de 3 anos por ñ estar aguentando mais),mas nada acontece por acaso,tudo vem para um aprendizado, e no final,por mais que saíamos machucados,tudo dá certo e sempre saimos com uma lição.Fique bem!!Fique na paz!

    ResponderExcluir
  2. Poxa Fê...Tenta tirar o melhor dessa experiência, nada acontece por acaso,Se Deus permitiu foi para o seu melhor, para dei crescimento pessoal, as vezes é preciso sofrerpra renascer.VC tem garra tem seu próprio brilho,não precisa de ninguém pra iluminar se caminho.Bjo querido!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou tirando sim, diversas lições para levar para a vida! :D
      Obrigado mesmo pelas palavras! <3

      Excluir
  3. Respostas
    1. Obrigado por querer minha presença! :D ahahah
      Em breve estou de volta! <3

      Excluir
  4. Sabe o que é engraçado? Comecei a pensar em coisas que me aconteceram entre outras, e parece que minha "máxima" extraída delas de "Não confie em ninguém" que eu sempre tentei fazer o oposto estava praticamente 100% certa. Decepções, traições e abandonos acabam te marcando mas você decide o que vai fazer, qual o efeito que vai surtir em você. Você pode ficar mais forte e inteligente ou... Cair. E fico feliz em ver que você vai lutar porque é o melhor, é difícil, duro e ingrato, mas valerá à pena. Boa sorte, Lipe, vou orar por você também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Marcio... O "Não confie em ninguém" é o lema atual! :}
      Aprendi que minha intuição está SEMPRE certa :}

      Até breve! :D

      Abraços.
      F.

      Excluir
  5. Oi, F.

    Nesse post eu senti que deveria me desculpar com você, afinal, somos parceiros desde sempre e, de alguma forma, acabei te abandonando. Mas, amigo, o mesmo reconhecimento que você vê em mim, eu vejo em você. Você para mim é uma grande referência, é muito inteligente e tem um blog muito rico em conteúdo.
    Infelizmente, as marcas não optam pela inteligência e por um valor agregado e sim apenas pela fama. Se você não acrescentasse nada ao mundo, mas tivesse 1m de seguidores no instagram/ Youtube/ Facebook, com certeza, a linha que você tanto quer já teria saído. Cheia de petroquímicos, cheia de ativos que não acrescentam em nada, apenas promessas, mas a marca lançaria.
    Quem nos vê falando assim pensam que queremos ser os donos do cronograma, mas a verdade é que de certa forma somos donos sim. Nós o alçamos ao que ele é hoje, as pessoas admitam ou não. Afinal, naquele início nós que direcionamos nossa audiência para o crono, poucas pessoas conheciam a técnica. Nós que conseguimos unir um volume alto de pessoas que acabou atraindo mais volume ainda, pois o que faz sucesso atrai.
    Eu já passei por essa fase que você passou e desapeguei. Aprendemos e vamos superar, pois nada pode ser maior que a experiência que levamos. Não consigo imaginar o mundo capilar sem você.
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Di! :D

      Não me deve desculpas não, pelo contrário. Sua saída foi um "acordar" para o momento atual. Eu quis fazer o mesmo, na mesma hora. :}

      Obrigado por todo o carinho de sempre, parceira e amiga! :}
      E bem, fico feliz, em ter sabido que você está planejando voltar a bloggar. Já tem um leitor fixo! <3 haahah'


      Excluir
  6. Felipe, por tudo que você falou aqui, sinto que você é do tipo de pessoa que precisa sentir toda a dor possível, chegar ao fundo do poço para poder sair de novo, se reerguer. No seu caso, acho que sentir a dor mais forte possível vai ser quando você comprar esse tal produto que você idealizou, porque vai ser você encarando de frente essa decepção. Tenho 2 sugestões de ação: ou encare a dor com todas as lágrimas que você tem, ou encare com raiva. Você já falou que chorou bastante, talvez você já tenha até chegado ao fundo do poço,então está na hora de reagir e lutar por você! A raiva contra a decepção, contra nós mesmos, nos dá forças para reagir, para fazer alguma coisa, por menor que seja, que já nos proporciona alívio. Nesse caso do produto, você deveria divulgar para seus parentes e amigos pessoais o produto! Dizer: tá vendo esse produto aqui? Usou? Não é perfeito? é ideia minha! É pouca coisa, eu sei, mais já é algo que vai fazer você se sentir melhor com você mesmo porque você está pondo essa decepção para fora e porque as pessoas que se importam com você vão saber da SUA conquista. E isso é importante Felipe, a conquista É SUA! não importa se você não recebeu o créduto nem o dinheiro, o produto é seu, ideia sua e você tem o direito de usufruir dele. Vai estar dado dinheiro para a empresa que engavou você? Sim, mas nesse caso, e em tantos outros na vida precisameos mandar um foda-se para as coisas. (desculpe o palavrão, mas tem que ser forte e intenso nessa hora) mande um foda-se para a empresa, para essa falsa amiga e siga em frente! Usufrua dos frutos do seu traalho, use o produto, dê frações para parentes e fale FUI EU QUE FIZ!!! Acho que quando você conseguir encarar essa decepção de frente assim, você vai estar curado desse problema e com forças renovadas para seguir em frente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Amanda. Como citei no post, o "trouxiane", vou levando pauladas e guardando, até explodir. Mas desta vez, mudei, e parei com isso. Agora reajo de imediato. :}
      Aprendi que guardar o dano só fere a nós mesmos. :}

      Achei digníssimas as duas palavras! :D
      Sou muito grato por ter leitores especiais como você! :D

      Em breve eu retorno! <3

      Excluir
  7. Oi, Felipe
    Fui add no Crono por uma amiga-amor da minha vida e não costumo ser ativo, nem conheço muita gente por lá, apenas leio e testo algumas coisas em mim, nas irmãs, nazamigas.
    Tomar tantas rasteiras é triste mesmo, e quando vem de quem você não espera é pior ainda.
    Apesar de tudo, existem pessoas com a auto estima completamente destruida, que querem melhorar o externo como impulso para tratar o interno. Pessoas que nao têm condições de imvestir em salões caros e por isso se viram sozinhas com as mais variadas dicas de técnicas e produtos que vocês compartilham. Por mais que muitos elogios possam parecer vazios às vezes, existe sim um papel maravilhoso no que vocês fazem. Existe um lado muito humano nisto. E acho bom que isso seja demonstrado aqui. É feedback, é gratidão.
    Torço para que suas feridas sarem logo e que as cicatrizes te sirvam de lembrança da trilha quando seu caminho estiver repleto do resultado do seu esforço.
    Força, não desista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Inácio! Prazer conhecê-lo, e saber que está lá no Crono! :D
      Fico lisonjeado com as palavras, de coração! :}
      Esse carinho é muito importante pra mim! :}

      Agradeço! Logo, eu retorno! :3

      Abraços.
      F.

      Excluir
  8. qual e o produto ?
    de qual empresa ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anon. :)
      Não vou citar para não dar credibilidade. Mas é fácil de perceber. Sempre usei e falei da marca, e dos lançamentos do ano anterior apenas não falei de um produto por aqui, que é o tal. E por exemplo, não citei os lançamentos deste ano da marca, por motivos óbvios. Kkk'

      Excluir
  9. Sempre visito o blog, mas essa é a primeira vez que comento. 1. Se há troca de emails que comprovam as discussões, envio de composição, etc, cabe processo contra a empresa. 2. Idéias podem e devem ser patenteadas. Normalmente, universidades federais tem setores especilizados nisso e podem ajudar (e não sai tão caro fazer depósito de patente).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá leitor/Leitora. Fico feliz com seu comment! :)

      É tem tudo na verdade...

      Bon saber da segunda dica. Não fazia ideia. Agradeço. :)

      Abraços.
      F.

      Excluir
    2. Sou advogada e posso afirmar que vc tem grandes chances de ganhar essa briga! Corra atrás! É seu! Beijo grande

      Excluir
  10. Querido registre a sua marca, a sua ideia, aquela carta na manga que só vc tem, pelo seu olhar diferenciado, não desista, foi só uma rasteira num primeiro degrau, a escada é feita de vários degraus, cabe a você desistir ou não, aguardo ansiosa as suas novidades. Não desista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário me fez sorrir, e me deixou muito contente. Agradeço às palavras gentis, o carinho e à voz da experiência. :)

      Abraços.
      F.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...